» » » STF pede investigação após suposto coronel xingar Rosa Weber

Redação

Homem que se apresenta como "coronel do Exército Carlos Alves" chama ministra de "salafrária" e "corrupta".
Foto: Fellipe Sampaio / SCO/ STF
A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu por unanimidade, nesta terça-feira (23), solicitar que a Procuradoria abra uma investigação sobre as declarações de um homem que se identifica como “coronel do Exército Carlos Alves”. Em vídeo publicado no Youtube, ele chama a presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de “salafrária” e “corrupta”. A informação é do UOL.
Procurado pela reportagem, o Exército disse que não seria possível confirmar, a partir do vídeo, a identidade do autor. Ainda assim, esclareceu que as opiniões de Alves não representam a posição da instituição.
O suposto coronel critica o fato de Rosa Weber ter se reunido com representantes do PT que foram pedir providências na ação movida pelo partido contra o suposto esquema ilegal para beneficiar Jair Bolsonaro (PSL) por meio do envio em massa de mensagens por meio do WhatsApp.

About Conexão Cidade

Saiba de tudo que acontece em Camaçari, na Bahia no Brasil e no Mundo.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply