» » » Morre Wilson Mirza, um dos principais criminalistas brasileiros

© Reprodução/RJTV
Jurista defendeu presos e perseguidos políticos pela ditadura militar de 1964.

O advogado Wilson Mirza Abraham, um dos decanos da advocacia criminal brasileira, morreu hoje (27), no Rio de Janeiro, aos 84 anos. 

Com mais de 50 anos de carreira, o jurista defendeu presos e perseguidos políticos pela ditadura militar de 1964, entre eles, o ex-presidente João Goulart, o antropólogo Darcy Ribeiro e o ex-governador Leonel Brizola.

O Instituto dos Advogados Brasileiros (IAB) soltou nota em que manifesta profundo pesar pela morte de Wilson Mirza. O advogado criminalista ingressou no IAB em 1976 e foi membro da Comissão de Direito Penal do instituto.
Graduado pela antiga Universidade do Estado da Guanabara (UEG), atual Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj), o advogado se especializou em direito penal econômico e empresarial e atuou, nos últimos anos, como consultor do escritório Mirza & Malan Advogados, com sedes no Rio de Janeiro e em Brasília.

Wilson Mirza fez parte da Turma do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (CFOAB) responsável pelo julgamento de infrações ético-disciplinares. O advogado foi agraciado com o Colar do Mérito Judiciário pelo Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ). Com informações da Agência Brasil.

About Conexão Cidade

Saiba de tudo que acontece em Camaçari, na Bahia no Brasil e no Mundo.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply