» » » Ator do Bando de Teatro Olodum é baleado pela polícia de Salvador

Foto: Teatro Vila Velha/Divulgação
Leno Sacramento foi confundido com um assaltante e, de acordo com testemunhas, foi abordado por um policial à paisana e alvejado com um tiro na perna antes de esboçar qualquer reação.
O ator Leno Sacramento, do Bando de Teatro Olodum, foi baleado por um policial civil na tarde desta quarta-feira (13) em Salvador (BA).
De acordo com uma testemunha que está acompanhando o caso e que concedeu entrevista ao site Correio Nagô, o ator, que tem 42 anos, estava de bicicleta com um amigo nas proximidades do Forte São Pedro, próximo ao teatro em que atua, quando foi abordado por dois policiais à paisana. Antes de esboçar qualquer reação, Leno teria sido atingido por um disparo de arma de fogo efetuado por um dos agentes que, depois, teria reconhecido o ator. 

A bala passou de raspão na perna de Leno, que foi encaminhado ao hospital e passa bem.
De acordo com a Polícia Civil, os policiais atendiam a uma ocorrência de roubo e os suspeitos estariam andando de bicicleta, assim como Leno.
Em nota, a Polícia Civil informou que instaurou inquérito para apurar as circunstâncias em que o ator foi baleado. Conforme a polícia, o caso ocorreu durante atendimento a uma ocorrência de roubo.
Segundo a assessoria da Polícia Civil, informações iniciais são que uma equipe de policiais civis passava pelo local e foi acionada por populares. O ator, um homem que o acompanhava e a vítima do roubo foram levados para 1ª Delegacia Territorial (DT/Barris) que vai ficar responsável pela apuração do caso, junto com a Corregedoria da Polícia Civil (Correpol).
A Polícia Civil informou, ainda, que vai ser investigado se houve excesso por parte dos policiais civis durante a abordagem. Os agentes envolvidos na ocorrência foram encaminhados para serem ouvidos por um delegado-corregedor.

About Conexão Cidade

Saiba de tudo que acontece em Camaçari, na Bahia no Brasil e no Mundo.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply