» » » Divisão de fundo eleitoral privilegiará os caciques, admitem partidos ao TSE

Redação
O fundo, de R$ 1,7 bilhão, foi criado para financiar candidaturas depois que as doações de empresas foram proibidas.
Foto : Roberto Jayme/ Ascom /TSE
A análise da documentação entregue pelos partidos ao Tribunal Superior Eleitoral como requisito para receber o fundo eleitoral revela o poder dos caciques na distribuição da verba pública. 
Segundo levantamento divulgado pela Folha de S. Paulo hoje (24), há situações em que homens serão responsáveis por escolher as mulheres beneficiadas.
O fundo, de R$ 1,7 bilhão, foi criado para financiar candidaturas depois que as doações de empresas foram proibidas.
A três semanas do início da campanha, só 12 dos 35 partidos enviaram ao tribunal os critérios que adotarão para distribuir os recursos entre os candidatos. 
Até ontem (23), o TSE recebeu a documentação de PSDB, DEM, PSB, PSD, PP, PR, PRB, PSOL, PPS, PMN, PRTB e Patriota. 

About Conexão Cidade

Saiba de tudo que acontece em Camaçari, na Bahia no Brasil e no Mundo.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply