» » » Jornalista tem celular invadido após publicar reportagem sobre Bolsonaro

Fonte : Agência Brasil
O autor do crime ainda não foi identificado.

Foto : Fabio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil

O celular de Talyta Vespa, jornalista do UOL, foi invadido após publicação, quarta-feira (19), da reportagem "Entrei no grupo 'Mulheres com Bolsonaro' e fui expulsa em dois minutos". A matéria é assinada por ela. 

A repórter teve a conta do WhatsApp invadida e todas as conversas, fotos, vídeos e contatos apagados. O recado do seu perfil no aplicativo foi alterado para "bolsonaro". 
Desde 2012, o Código Penal prevê como crime a invasão de dispositivo informático. A pena é de três meses a um ano de prisão e multa. Um boletim de ocorrência foi registrado para apurar o caso, mas o invasor ainda não foi identificado. 

About Conexão Cidade

Saiba de tudo que acontece em Camaçari, na Bahia no Brasil e no Mundo.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply