» » » Haddad diz que vai até a ‘enfermaria’ para debater com Bolsonaro

 Após médicos não liberarem candidato do PSL para campanha, petista afirmou no Twitter que fará o que "for preciso" para "demarcar as diferenças entre projetos".
Foto: Arquivo Pessoal/Instagram
O candidato Fernando Haddad (PT) respondeu rápido à notícia de que os médicos não liberaram Jair Bolsonaro (PSL) para fazer campanha e participar do primeiro debate presidencial. O petista afirmou que, “se for preciso”, vai “até uma enfermaria” para apresentar as “diferenças entre projetos”.
“Vamos fazer uma campanha propositiva e demarcar as diferenças entre projetos. Agora, meu adversário precisa participar dos debates. Eu estou disposto a ir até uma enfermaria se for preciso para debater o Brasil. Ninguém pode ser eleito sem apresentar as suas propostas ao povo”, escreveu Haddad em post no Twitter.
O debate na TV Band está marcado para esta quinta-feira (11), entre os candidatos à presidência do PT e do PSL. No entanto, a assessoria da legenda do presidenciável Jair Bolsonaro confirmou que ela não irá participar.
De acordo com o médico cardiologista Leandro Echenique, Bolsonaro perdeu “’15 quilos de massa muscular” e “ainda está fraco”, desde que foi internado e passou por cirurgia após ser alvo de um ataque durante ato em Juiz de Fora, Minas Gerais.

About Conexão Cidade

Saiba de tudo que acontece em Camaçari, na Bahia no Brasil e no Mundo.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply