» » » Defesa vê ‘armação’ e vai pedir extradição de militar da comitiva de Bolsonaro preso com 39 kg de cocaína

Foto : Reprodução
O argumento da defesa é de que ele seja extraditado porque o crime teria sido cometido em território brasileiro, segundo o blog de Fausto Macedo, no Estadão.
A defesa de Manoel Silva Rodrigues, militar preso com 39 kg de cocaína na Espanha, prepara um pedido ao Ministério da Justiça e Segurança Pública para que o governo elabore um requerimento de extradição, a fim de que o militar seja julgado no Brasil. Também pediu acesso aos autos de inquérito administrativo e policial-militar sobre o caso. As informações são do blog de Fausto Macedo, no Estadão.
O militar deu procuração para que o advogado Carlos Alexandre Klomfahs seja constituído como seu defensor no Brasil. “A defesa reitera que ainda não teve acesso a íntegra das acusações, mas que de pronto, refuta todas as acusações e afirma com convicção tratar-se de uma armação”, afirmou, em nota à imprensa.
O argumento da defesa é de que ele seja extraditado porque o crime teria sido cometido em território brasileiro. Há, ainda, a intenção de refutar a acusação de que Rodrigues era responsável pela droga.

About www.conexao cidade

Saiba de tudo que acontece em Camaçari, na Bahia no Brasil e no Mundo.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply