» » » Em vídeo, Bolsonaro nega ter autorizado suspeito a entrar em sua residência no dia da morte de Marielle; assista

Crédito da Foto: reprodução / vídeo
O presidente Jair Bolsonaro afirmou, na noite desta terça-feira (29/10), que não autorizou a entrada de Élcio Queiroz, suspeito de matar a vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ), em seu condomínio na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. Ele usou a sua página no Facebook e fez uma transmissão, ao vivo, direto da Arábia Saudita, para apresentar sua defesa.
Segundo o Jornal Nacional da TV Globo, registros da portaria onde morava o principal suspeito de matar a vereadora e o motorista Anderson Gomes, o sargento aposentado da Polícia Militar Ronnie Lessa, mostram que horas antes do assassinato, o ex-policial militar Élcio Queiroz entrou no condomínio e disse que iria para a casa de Jair Bolsonaro.
No vídeo divulgado, ontem, Bolsonaro apresentou motivos por que ele não poderia ter autorizado Élcio Queiroz a entrar na sua residência: segundo o presidente, ele não estava no Rio de Janeiro e sim na Câmara dos Deputados, em Brasília. A presença dele no Congresso Nacional na ocasião, teria sido, inclusive, mencionada pelo JN. Além disso, Bolsonaro mencionou que a primeira dama Michelle Bolsonaro estaria em casa no momento em que Élcio entrou no condomínio e não teria autorizado a entrada de um estranho.
O vídeo do desabafo do presidente mostra momentos qem que o mandatário nacional, de voz embargada, aparenta estra bastante emocionado.
Confira:



About www.conexao cidade

Saiba de tudo que acontece em Camaçari, na Bahia no Brasil e no Mundo.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply