» » Julgamento de Geddel e Lúcio no STF pode durar mais duas semanas

 Fonte: Agência Brasil
Entendimento é do ministro Gilmar Mendes, que levantou a hipótese.
Foto: Valter Campanato/ Agência Brasil
O julgamento de Geddel e Lúcio Vieira Lima na Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF), referente ao caso dos R$ 51 milhões encontrados em um apartamento em Salvador, pode demorar mais duas semanas para ser encerrado.
O entendimento é do ministro do STF, Gilmar Mendes, integrante da Turma responsável, que levantou a hipótese, em entrevista à BBC Brasil, do caso não ser encerrado na semana que vem.
“Estamos dando sequência a uma ação originária da Bahia, que envolve o ex-deputado e ex-ministro Geddel (Vieira Lima). Vamos retomar (o julgamento) semana que vem, e talvez ainda precisemos de uma outra sessão”, disse. Em geral, a Segunda Turma se reúne todas as terças.
O julgamento de Geddel e Lúcio começou na semana passada, quando o ministro relator do caso dos R$ 51 milhões, Edson Fachin, votou pela condenação dos réus por lavagem de dinheiro e associação criminosa.
Nesta semana, o ministro revisor, Celso de Mello, manteve o entendimento de Fachin e também deu seu voto pela condenação dos dois. Ainda são aguardados os votos dos outros três integrantes da Segunda Turma: Cármen Lúcia, Ricardo Lewandowski e o próprio Gilmar Mendes.
Geddel Vieira Lima está preso desde o final de 2017, quando as malas com dinheiro foram encontradas. Seu irmão Lúcio, que também é julgado, responde em liberdade. Ele tentou se reeleger deputado federal no ano passado, mas não obteve os votos suficientes.

About www.conexao cidade

Saiba de tudo que acontece em Camaçari, na Bahia no Brasil e no Mundo.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply