» » Após aglomeração do final de semana, calçadão da orla entre Barra e Ondina está interditado

Fonte: Da redação

Crédito da Foto: Bruno Concha/Secom
O calçadão da orla entre o Porto da Barra e o Ondina Apart Hotel foi interditado a partir das 7h desta terça-feira (16/6) pelo prazo inicial de sete dias, podendo ser prorrogado. O objetivo da medida, anunciada na manhã de ontem (15/6) pelo prefeito ACM Neto e delimitada em uma reunião durante a tarde entre a Transalvador, Guarda Civil Municipal (GCM), Secretaria Municipal de Manutenção (Seman) e Polícia Militar da Bahia (PM-BA), visa evitar que cenas de aglomeração vistas no último final de semana não se repitam.
Uma operação especial de trânsito e segurança, no local, está envolvendo bloqueios para veículos e pedestres, com intensa fiscalização. Apenas moradores da região acessam o perímetro interditado, além de quem precisa acessar o Hospital Espanhol, utilizado pelo governo do Estado como unidade de emergência contra a Covid-19. 
O percurso de orla da Barra a Ondina conta com 14 bloqueios físicos do calçadão, além de outros dois na altura do Farol da Barra. O isolamento está senfo feito com gradis, cercas e tapumes, assim como a implantação de placas informativas. 
Com o objetivo de fazer valer a interdição, a Guarda disponibiliza 26 agentes, distribuídos em cinco viaturas e quatro motos, realizando o monitoramento de todo o trecho. “Não será permitido caminhar, correr ou andar de bicicleta. Está proibida toda e qualquer atividade que utilize o calçadão”, frisou o diretor municipal de Segurança Urbana e Prevenção à Violência, Maurício Lima, que pediu colaboração da população.
BARREIRAS 
De acordo com a Transalvador, quatro barreiras seletivas estão em pontos estratégicos para acesso restrito de moradores da região que comprovem residência dentro do perímetro interditado. As barreiras ficam no Porto da Barra; Rua Alfredo Magalhães, na esquina c com a Av. Oceânica; Rua Airosa Galvão com a Av. Oceânica; e na própria Av. Oceânica, na altura do Clube Espanhol, com fluxo de veículos sendo desviado para a rua José Sátiro de Oliveira (Morro do Gato). 
As demais vias transversais que dão acesso à Avenida Oceânica estão fechadas com barreiras fixas, não sendo permitida a passagem de veículos. São elas as ruas Barão de Itapuã, Marques de Leão, Francisco Otaviano, Professor Fernando Luz, Leoni Ramos, Carlos Chiacchio e José Sátiro de Oliveira. 
Além disso, como mais uma forma de restringir o fluxo na região, os equipamentos eletrônicos, a exemplo dos radares, foram ativados para controle de acesso de veículos, permitindo apenas a passagem de moradores devidamente cadastrados.

About www.conexao cidade

Saiba de tudo que acontece em Camaçari, na Bahia no Brasil e no Mundo.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga