» » Políticos e radialistas lamentam a morte de Zé Oswaldo

Foto: Reprodução / Redes Sociais
A Bahia esportiva perdeu um ilustre representante no último sábado, 17. José Oswaldo Alves, mais conhecido como Zé Oswaldo, mantinha atualmente, aos 84 anos, um site de notícias, que levava seu nome. As redes sociais ficaram repletas de despedidas emocionantes incluindo seu filho o apresentador Zé Eduardo (Bocão).

Nascido em Salvador, o jornalista e radialista cresceu no bairro da Mouraria formou-se em jornalismo no Instituto Técnico Profissional, no Rio de Janeiro. Zé Oswaldo ao longo da carreira foi repórter no Diário de Notícias e trabalhou no departamento de publicidade da Tribuna da Bahia. Como radialista, atuou em rádios como Bandeirantes, Cultura, Bahia e Sociedade. Na carreira pública foi aprovado no concurso do Departamento de Habitação e Urbanização do Estado da Bahia (Urbis), onde atuou por 34 anos.

A Associação Bahiana de Cronistas Desportivos da Bahia (ABCD) lamentou em seu site o falecimento do radialista, o presidente, Dito Lopes, conversou com a Tribuna da Bahia e disse, “ nossos sinceros sentimentos a família e que Deus o receba muito, muito bem no Reino dos céus.”

Zé Oswaldo deixa três filhos: Cristiana Figueiredo, o apresentador de TV e radialista José Eduardo, o “Bocão”, e Luís Gustavo Alves, diretor do site BNews. Em maio do ano passado, o radialista foi agraciado com a Medalha Thomé de Souza, maior honraria da Câmara Municipal de Salvador.

Costumava brincar, dizendo que depois do sucesso do filho passou a ser conhecido como o pai do Bocão. Nas redes sociais, Zé Eduardo escreveu, “foi a última conversa, o último aperto de mão, a última risada , foi a ultima visita! Pai você se foi hoje com todo amor que Deus te deu e nos deu!!! Me lembro bem pai você me pegando pelo braço e falando , ‘vamos para rádio, rapaz, fique lá comigo você vai gostar.’ E aí, pai eu te ouvi e hoje acho que realizei o seu sonho né??? Mas, rapaz, você vai assim e nossas conversas, suas broncas e seu Vitória? Nada vai ser como antes sem vc aqui pai !!!! ‘Cadê Zé Eduardo? procura ele aí'.’ Valeu, pai por tudo, por seu amor infinito e seus conselhos fantásticos!! Você lutou, viu? Que touro você pai, mas vá com Deus e aqui a gente segura na mão de minha mãe e não larga!!! #teamo.”

O governador da Bahia Rui Costa, que homenageou Zé Oswaldo em 2018, também lamentou nas Redes sociais, “a Bahia perdeu uma das suas referências na crônica esportiva, o radialista 

Zé Oswaldo estava internado há dias no hospital da Bahia, mas a família não divulgou a causa da sua morte.

Zé Oswaldo, que tanto inovou e contribuiu para o desenvolvimento desse segmento da comunicação. Recebi a notícia com muita tristeza através de um de seus filhos, o também comunicador Zé Eduardo.”

O prefeito ACM Neto manifestou imenso pesar pela morte do jornalista e radialista, personalidade pública que convergia as diversas matizes da sociedade em torno do seu carisma e da sua amizade sincera, “ a Bahia perde um homem íntegro, cuja conversa era boa de se ouvir. Sempre predisposto a ajudar a todos que precisaram dele, cuja voz sempre foi muito contundente no jornalismo baiano. Tinha um imenso sorriso e os braços abertos para abraçar. Os baianos lhe serão gratos por tudo o que fez pelo esporte, por tudo o que fez pelo radialismo.”

O secretário municipal da Saúde de Salvador, Leo Prates, lamentou profundamente a morte de Zé Oswaldo, “nesse momento de dor me solidarizo com a família do grande homem, profissional e referência do jornalismo esportivo, Zé Oswaldo. Obrigado por tantos ensinamentos e passagens de destaque em sua trajetória profissional, que fez parte da história de muitos baianos! Descanse em paz!”

O presidente da Tribuna da Bahia, Walter Pinheiro lamentou, “Trabalhamos juntos e sempre admirei a integridade moral do saudoso Zé Oswaldo, sua capacidade de trabalho, aliada a uma humildade comovedora. Perdemos um bom Companheiro, que nutria uma permanente aliança com a Tribuna. Que Deus acolha a sua alma e ao mesmo tempo conforte os seus Familiares nestes momentos infaustos.”

Zé Oswaldo estava internado há dias no hospital da Bahia, mas a família não divulgou a causa da sua morte.

Por: Cleusa Duarte

tribuna da bahia

About www.conexao cidade

Saiba de tudo que acontece em Camaçari, na Bahia no Brasil e no Mundo.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga