» » EUA autoriza uso emergencial de medicação com anticorpos para tratar coronavírus

Foto: Andréa Rocha e Danilo Ferrucci/Agência Fapesp

Método é o mesmo adotado para tratar o presidente Donald Trump, diagnosticado com a Covid-19 em outubro.

Os Estados Unidos autorizaram o uso emergencial do tratamento com anticorpos para pacientes com coronavírus. O método é o mesmo adotado para tratar o presidente Donald Trump, diagnosticado com a Covid-19 em outubro.

O medicamento fabricado pela Regeneron é projetado para evitar que pessoas infectadas desenvolvam doenças graves. De acordo com informações de O Globo, ao invés de esperar que o corpo desenvolva sua própria resposta imune, o anticorpo monoclonal imita as defesas naturais do corpo. No último dia 9, a FDA já havia autorizado o medicamento da Eli Lilly.

A agência americana afirmou que o REGEN-COV2 demonstrou redução de hospitalizações e atendimentos emergenciais de pacientes com o coronavírus, doenças secundárias ou comorbidades. Além disso, o coquetel com dois anticorpos monoclonais produzidos em laboratório pode ser eficaz no tratamento de Covid-19 leve a moderado, em adultos e crianças a partir de 12 anos, e é indicado para pacientes com alto risco de desenvolver doenças graves.

Os Estados Unidos já acumulam 255,8 mil mortos pela Covid-19 e ultrapassa os 12 milhões de casos confirmados da doença, segundo a Universidade Johns Hopkins. A situação é considerada fora de controle.

Apesar da autorização, o Washington Post informou que inicialmente o medicamento estará em falta, devido à complicada e demorada produção do REGENERON-COV2. Executivos da farmacêutica responsável, no entanto, afirmaram que até o final de novembro devem ser produzidas doses suficientes para 80 mil pacientes, e 300 doses totais até o final de janeiro.

About www.conexao cidade

Saiba de tudo que acontece em Camaçari, na Bahia no Brasil e no Mundo.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga