» » Agricultores da Costa de Camaçari começam a receber sementes e adubo

                                A chuva abriu caminho para o preparo da semeadura de produtores rurais em Arembepe. As associações Fazenda Araticum Nova Esperança, Trabalhadores Rurais da Fazenda Araticum, Agrícola Rancho Alegre e Associação dos Criadores de Aves da Fazenda Açu da Capivara receberam o equivalente a 9,5 toneladas de milho, torta de mamona e calcário. A atividade é uma iniciativa da Secretaria do Desenvolvimento da Agricultura e Pesca (Sedap) que, com recursos próprios, estimula a agricultura local.

Segundo José Luís Monteiro, coordenador de Agricultura da Sedap, cada produtor rural foi beneficiado com 2kg de milho, 200 kg de mamona e 200 kg de calcário. Na manhã da última sexta-feira (19/3), sete produtores foram contemplados na Associação Fazenda Araticum Nova Esperança, e dezessete na Associação Trabalhadores Rurais da Fazenda Araticum. O modelo de entrega através das instituições foi adotado em função da pandemia, a fim de garantir mais segurança aos envolvidos na cadeia de distribuição.

Para poder receber o benefício, o produtor precisa apresentar cópia da Declaração de Aptidão  ao Pronaf (DAP) atualizada, processo que deve ser feito sem custo para o produtor, a cada 2 anos, junto ao Governo Federal; além de RG, CPF e título de eleitor. Mesmo que grande parte das entregas estejam sendo realizada através das associações rurais, o produtor individual pode se cadastrar diretamente na Sedap até o dia 1º de abril para ser contemplado com os insumos. Para tanto, além dos documentos anteriores, é necessário apresentar comprovante de residência.

Para a presidente da Associação Fazenda Araticum Nova Esperança, Edneuza Veleiro de Souza, a semeadura representa a renovação de boas expectativas. “Nesse momento que a gente está vivendo tanta dificuldade, o plantio é uma coisa que nos traz esperança, que nos ocupa mais, e sabemos que podemos até vender, que depende do nosso saber plantar”, reconheceu.


Neilda Pereira, que preside a Associação Trabalhadores Rurais da Fazenda Araticum, avalia a ação da Sedap como de fundamental importância para o coletivo que representa. “Essas sementes e adubos são muito bem-vindas porque estamos precisando para plantar, aproveitando a chuva de São José que caiu hoje”, referenciou a data dedicada ao santo católico. O coordenador José Luís Monteiro recomenda que para o melhor aproveitamento do milho, que está sendo entregue seco, que o plantio seja feito entre os dias 28 de março e 1º de abril. Desse modo, em 23 e 24 de junho, ele estará em perfeito estado para o consumo, segundo o profissional.

Além das quatro associações contempladas nessa sexta, a Associação dos Produtores de Camaçari também já recebeu os insumos. Para garantir que essa possibilidade de boa colheita chegue à terra e ao lar de todos, a Sedap distribui parcela complementar dos insumos, até o dia 26 de março, às demais localidades ainda não contempladas.

Acompanhe a programação:- Dia 24/3 (quarta-feira) -Tiririca e Joia do Rio- Dia 26/3 (sexta-feira) – Coqueiros de Monte Gordo, Km-22, Lagoa Seca e Cancelas,

Agência de Notícias
Coordenadoria de Jornalismo e Imprensa
Diretoria de Comunicação - Prefeitura de Camaçari

About www.conexao cidade

Saiba de tudo que acontece em Camaçari, na Bahia no Brasil e no Mundo.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga