» » Agricultores escoam produtos por meio de nova compra do PAA

A compra de alimentos realizada pela Secretaria do Desenvolvimento da Agricultura e Pesca (Sedap), nesta terça-feira (18/5), centralizou sua operação no Banco de Alimentos e em Monte Gordo. Na zona rural, a Associação de Cancelas funcionou como ponto de coleta para produtores da própria localidade, do Jordão e do Km-22. O objetivo da ação é garantir o escoamento da produção de agricultores situados da zona rural de Camaçari, entregando esse alimento na mesa de instituições e entidades sociais de Camaçari.

Antônio Falcão, secretário da Sedap, disse que a pasta tem o objetivo de tornar ainda mais célere o desenvolvimento do município na agricultura e na pesca, a fim de aumentar as oportunidades de trabalho e de renda no município. “Todas as terças e quartas estamos aqui, e tem sido importante incentivar o trabalho desses agricultores”, declarou.

A Sedap tem contado com o reconhecimento de produtores rurais. Lenilda dos Santos, que se reconhece como agricultora desde muito jovem, arriscou afirmar que “a melhor execução do PAA na Bahia está em Camaçari”, declarou. A produtora acrescenta ainda que “o programa é executado com muita organização e atenção a nós, produtores”. Fixada numa região de divisa entre Camaçari e Mata de São João, a agricultora produz de tudo um pouco. “Hortaliças, banana, jiló, feijão-verde, maxixe, quiabo, laranja - o que se imaginar, hoje, tem no Mucugê! Por isso, só temos que agradecer à Sedap”, concluiu Lenilda. Junto a ela, atuam outras 27 pessoas se beneficiam diretamente do trabalho realizado pela secretaria.

Com a compra de hoje serão beneficiados o Banco de Alimentos do município, a Associação de Pais e Mestres Escola Comunitária Emanuel Ponto Certo, o Centro de Convivência do Idoso e da Família, o Centro de Convivência da Pessoa Idosa, o Centro de Convivência do Idoso e da Família, a Associação Beneficente Cultural e Religiosa do Terreiro de Lembá, a Escola e Creche Comunitária Carmem Mirim, o Centro Comunitário de Desenvolvimento Recanto das Árvores, além de órgãos da estrutura municipal, como o Centro de Oncologia de Camaçari (Ceonc), a Unidade de Apoio às Pessoas com Doença Falciforme (Unifal), e o Centro Especializado em Reabilitação (CER II).

Para que o produtor rural possa vender para o município através do PAA, é fundamental que sua Declaração de Aptidão ao Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (DAP) esteja atualizada. Por sua vez, para que entidades e organizações da sociedade civil sejam elegíveis para receber o produto desta compra, é preciso que elas integrem o Cadastro do Conselho do Municipal de Assistência Social de Camaçari.
A coordenação municipal do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) executa verba federal anual de R$1,40 milhão. O volume de parcial de compra atual é em torno de 73 toneladas, adquiridas até 11/5.

Foto: Jean Victor

--
Agência de Notícias
Coordenadoria de Jornalismo e Imprensa
Diretoria de Comunicação - Prefeitura de Camaçari

About www.conexao cidade

Saiba de tudo que acontece em Camaçari, na Bahia no Brasil e no Mundo.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga