» » Na busca pelo ouro, PM judoca disputará mundial em Portugal

Foto: Divulgação SSP
O soldado Paulo Ricardo Alves, 31 anos, soube da convocação para o campeonato de Judô no domingo (16).

Cerca de três horas por dia, sete dias por semana. Esse é o tempo que o soldado do Esquadrão de Polícia Montada da PM (Cavalaria) de Itabuna Paulo Ricardo Alves de Oliveira dedica para se preparar para mais um desafio em sua carreira como judoca: disputar, em setembro, a medalha de ouro no ‘World Championship 2021 - Portugal Judô’, no país europeu.

Top 1 da modalidade no Brasil na categoria até 73 quilos, o PM ficou surpreso ao descobrir, na noite do domingo (16), a convocação para representar o país na competição mundial.


Foto: Divulgação SSP
O soldado Paulo Ricardo Alves, 31 anos, soube da convocação para o campeonato de Judô no domingo (16).

Eu estou tão focado que, na mesma hora que soube da notícia, fui treinar, pois  preparo não só o físico, mas psicologicamente, que é uma coisa que me motiva. Fui visualizando todas as vitórias que, com fé em Deus, terei”, contou o policial.


Convidado pelo clube português Sport Lisboa e Benfica para se juntar à equipe de judô e treinar antes da competição, Paulo Ricardo não escondeu a emoção em lutar no país europeu.

Foto: Divulgação SSP
O soldado Paulo Ricardo Alves, 31 anos, soube da convocação para o campeonato de Judô no domingo (16).

“Estou indo confiante, não só pra esse como para o outro torneio na Polônia, que aconteceria em outubro, mas foi adiado para 2022, por conta da pandemia. Sigo focado, mantendo o peso para chegar lá com todo gás e garantir a medalha de ouro”, celebrou.


Fora dos Tatames


Foto: Divulgação SSP
O soldado Paulo Ricardo Alves, 31 anos, soube da convocação para o campeonato de Judô no domingo (16).

Aos 31 anos, o soldado, ingresso na Polícia Militar em 2011, vive uma rotina intensa. Ele divide as horas do seu dia entre a carreira de PM, a graduação na faculdade de odontologia, os estudos de uma pós graduação em implante e prótese, os treinos intensos de musculação e judô, além do casamento.

Às vezes, nem eu sei como consigo, mas com a organização na agenda, onde coloco todos os passos que darei durante a semana, consigo me manter na direção certa”, contou.


Ele não deixou de agradecer o apoio da Polícia Militar da Bahia, do seu fisioterapeuta, Murilo Santos, além do patrocínio do Núcleo de Ensino e Estética em Odontologia (NEEO), da academia Monster Gym, do empresário Mateus Cardoso e da Prefeitura Municipal de Itabuna.

Fonte: Ascom | Rafael Rodrigues

About www.conexao cidade

Saiba de tudo que acontece em Camaçari, na Bahia no Brasil e no Mundo.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga