» » Plataforma virtual reúne o inventário da vida de Reinaldo Eckenberger

Vida e obra do artista visual Reinaldo Eckenberger (1938 - 2018) poderão ser acessadas a partir do dia dois de junho pela plataforma virtual www.inventariodeumavida.com, que foi criada a partir do projeto “Onde está Eckenberger? Inventário de uma Vida”[1] , que tem à frente a artista Elena Landinez e a gestora cultural Luisa Hardman.



O site tem como objetivo o compartilhamento de um acervo virtual que reúne uma centena de itens do universo do artista, todos encontrados em seu atelier. Além do acervo, o site apresenta vídeos-depoimentos de amigos e parceiros de Eckenberger e assim histórias são contadas através da sua rede de afetos.

O site reúne memórias e rastros de quem foi esse artista singular na história da arte da cidade de Salvador. Argentino, chegou à capital baiana atraído pelo clima Barroco do seu patrimônio e aqui ficou, se tornando um dos mais importantes nomes das artes visuais da nossa terra. É possível assim navegar pelo acervo tanto a partir de uma busca objetiva em relação ao suporte que ele se apresenta, como Cerâmica, Papel, Tecido, mas também de uma forma  mais subjetiva, relacionada aos aspectos presentes na sua vida e obra, temas, questões, lugares que viveu.

 

O acervo é composto por uma infinidade de itens desde rascunhos, ferramentas, azulejos, obras em processos, assim como seus livros, sua coleção de óculos, os bibelôs da Baixa dos Sapateiros e uma infinidade de álbuns de família. Através da plataforma, é possível também conhecer o atelier de Eckenberger e mergulhar em textos críticos sobre o artista.  

 “O projeto é um convite a adentrar o mundo do artista Reinaldo Eckenberger como quem escava e encontra uma amontoado de importâncias e desimportâncias - restos, rastros e retalhos de uma vida. É um convite às arqueologias da invenção, a partir de um acervo de miudezas e grandezas relacionadas ao seu ofício criativo, sua prática intelectual e seu universo pessoal”, afirma a gestora cultural Luisa Hardman.

 

A coordenação geral do projeto é compartilhada entre a artista visual Elena Landinez e a gestora cultural Luisa Hardman; a identidade visual e o site foram concebidos pela TANTO Criações Compartilhadas e o material audiovisual produzido pela pesquisadora Agnes Cajaíba.

 

O projeto tem apoio financeiro do Estado da Bahia através da Secretaria de Cultura e da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Programa Aldir Blanc Bahia) via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, Governo Federal.

 

Quem é Reinaldo Eckenberger - Um artista singular na história da arte da cidade de Salvador e da Bahia. Faleceu em 2018, não deixou filhos ou parentes na cidade, mas amigos, parceiros e artistas admiradores de uma obra diversa e expressiva, plena de memórias, afetos, e sobretudo, uma casa e atelier preenchidos de rastros da sua vida criativa - livros, ferramentas, obras, documentos, rascunhos de obras e peças inacabadas. Filho de alemães, Eckenberger nasceu em 6 de novembro de 1938, em Buenos Aires (Argentina).

Estudou Arquitetura, optando depois pelas Artes Plásticas. Frequentou durante dois anos a Escola Superior de Belas Artes. Cursou Cenografia no Teatro Colon, Buenos Aires. Em 1965 chegou à Bahia, com um especial interesse pelo Barroco, fixando residência em Salvador. Recebeu o 1º prêmio de pintura, na 1ª Bienal Nacional de São Paulo. Realizou a sua primeira exposição individual, Luxo e Lixo, Lixo e Luxo (1966), em Salvador.

Na década de 70, realizou duas exposições: Poparrocolagens (1970) e Ambiente Bonecafônico (1976). Na Europa, o artista expõe na Galeria Bimba Harmes, Madrid (1969); na Sala del Arte Moderno, Barcelona (1970); na Galeria Der Turm – Bonn, Alemanha (1970); no Taller de Picasso, Barcelona (1973) e no Atelier Jacob, em Paris (1975). Na última fase de sua trajetória, (1994-2017) Eckenberger dedicou-se à criação de objetos híbridos, bibelôs, a partir da união da cerâmica.

Das principais exposições individuais destacam-se em 2016 (Caixa Cultural Salvador) e 2017 (Caixa Cultural Rio de Janeiro).  Obras e acervos do artista estão no Museu Oliva CreativeFactory, SJM (Porto, Portugal).

 

Instagram - @inventáriodeumavida

Assessoria de imprensa: Doris Pinheiro – 71 98896-5016


About www.conexao cidade

Saiba de tudo que acontece em Camaçari, na Bahia no Brasil e no Mundo.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga