» » Polícia Civil da Bahia designa 39 novos servidores

Trinta e nove investigadores e escrivães foram designados, nesta segunda-feira (21), às unidades onde vão trabalhar. A cerimônia, realizada no prédio-sede da Polícia Civil da Bahia, na Piedade, contou com um pronunciamento da Delegada-Geral Heloísa Campos de Brito.

Os novos policiais civis são remanescentes do concurso de 1997. 23 deles passarão a integrar unidades da capital e 16, do interior. Como se tratam de aprovados em um certame ocorrido há 24 anos, há muitos servidores novatos, mas muito experientes na vida. É o caso de Ademar da Silva Filho, de 68 anos, o mais veterano desta leva de policiais. Ele foi lotado na 2ª Delegacia Territorial (DT), na Liberdade, e mostrou que tem energia de garoto.


"Pra mim é um sonho realizado. Jamais desisti. Tenho o dom para a área, desde quando trabalhei com supervisão de segurança, ainda nos anos 1990. Quando fiz a prova, nem meu chefe sabia que eu estava estudando para concurso: saí do plantão e fui direto fazer a prova. Sempre foi o que eu quis, e isso não mudou", declarou o novo policial, que recebeu uma homenagem especial da Delegada-Geral. "Isso toca qualquer um. Emociona muito uma recepção dessa, sem julgamento por idade, ainda mais vindo diretamente da chefe maior", acrescentou o agora investigador.


Outro profissional experiente a integrar a Polícia Civil é Rui da Silva Gomes, de 62 anos, que fará parte da 33ª DT, em Monte Gordo. O técnico em enfermagem afirmou que pretende se doar ao máximo para atender a população e realizar as investigações dos crimes que chegarem ao conhecimento da unidade.


"Fui fuzileiro naval, fui para a área de Saúde, e continuo trabalhando, continuo na ativa. E, agora, estou muito feliz por saber que vou contribuir por muitos anos ainda. Estou chegando com todo o gás", disse.


Heloísa Campos de Brito ressaltou a importância do bom atendimento ao público para os novos servidores. "Estamos 24 horas por dia e sete dias por semana disponíveis para receber, acolher e agir na resolução de conflitos e principalmente na construção de uma sociedade mais justa e equânime, auxiliando o órgão jurisdicional com uma função essencial. Temos de olhar para o público que chega à unidade policial e pensar que poderia ser uma das pessoas que amamos: uma mãe, um amigo. E tratá-los como gostaríamos que fosse conosco. Este pensamento faz parte do processo de empoderamento da nossa instituição", afirmou.


O evento desta segunda-feira contou com a presença da Delegada-Geral Adjunta, Elâine Nogueira, do diretor do Departamento de Inteligência Policial, Edenir Cerqueira, do diretor do Departamento de Crimes contra o Patrimônio (DCCP), Flávio Góis, e dos delegados Augusto Eustáquio e Jamila Cidade, que representaram, respectivamente, as diretoras do Departamento de Polícia Metropolitana (Depom) e do Departamento de Polícia do Interior (Depin).


As seguintes unidades receberão novos policiais: 2ª DT (Liberdade), 3ª DT (Bonfim), 6ª DT (Brotas), 8ª DT (CIA), 10ª DT (Pau da Lima), 13ª DT (Cajazeiras), 28ª DT (Nordeste de Amaralina), Delegacia Especial de Atendimento ao Idoso (Deati), Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos, Grupo Especial de Repressão a Roubos em Coletivos (Gerrc), DT Alagoinhas, DT Tanque Novo, DT Senhor do Bonfim, DT Campo Formoso, DT de Juazeiro, DT de Ruy Barbosa, DT de Seabra, DT de Serrinha, DT de Ruy Barbosa, DT de Itaberaba e Deam de Porto Seguro.

Fonte: Ascom | PC

About www.conexao cidade

Saiba de tudo que acontece em Camaçari, na Bahia no Brasil e no Mundo.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga