» » » Camaçari: 7 de setembro é marcado por hasteamento de bandeiras

 Os tradicionais desfiles cívicos que aconteciam todos os anos nos bairros da Gleba E e Parafuso, em comemoração à Independência do Brasil foram substituídos, pelo segundo ano consecutivo em Camaçari, por um ato simbólico de hasteamento das bandeiras do país, da Bahia e do município. A cerimônia, que reuniu autoridades da cidade, foi realizada na manhã desta terça-feira (7/9), no paço municipal situado no Centro Administrativo.
O prefeito Elinaldo Araújo chegou logo no início do dia às dependências da prefeitura para participar do ato, acompanhado da primeira-dama, Ivana Paula, e do presidente da Câmara de Vereadores, Júnior Borges. Os gestores puderam erguer as bandeiras ao som do Hino Nacional Brasileiro, entoado pela cantora do município, Nadja Meireles.

O chefe do Executivo hasteou a bandeira Nacional e teve ao seu lado, prestando continência ao símbolo nacional, o subtenente do Tiro de Guerra (TG), Fernando Giolo; o tenente-coronel do 12º Batalhão de Polícia Militar (BPM) de Camaçari, André Luís Cunha, hasteou a flâmula da Bahia, enquanto a subcomandante do 10º Grupamento de Bombeiros Militar (GBM) de Camaçari, Ana Pepe, se manteve pareada em posição de saudação; a bandeira de Camaçari foi içada pelo gestor da casa legislativa municipal.


Durante o evento, o chefe do Poder Executivo Municipal relembrou a importância do dia 7 de setembro para o país e o município. “Neste período estaríamos nos organizando para ir na Gleba E e à tarde para Parafuso, mas optamos por efetuar um ato simbólico para comemorarmos o dia da nossa independência, pois essa é uma data importante para mim e tenho certeza que também para o povo brasileiro. Aproveito para pedir neste momento paz e harmonia, a fim de nos fortalecermos, cada vez mais, durante o enfrentamento à pandemia da Covid-19”, expressou.

O prefeito ainda se demonstrou esperançoso para que no próximo ano, o município possa voltar a celebrar esta data, assim como também o aniversário da cidade, que é festejado no dia 28 de setembro, com a consolidação dos desfiles cívicos e a participação popular, de autoridades da segurança pública, estudantes, servidores públicos e demais simpatizantes. “Precisamos ter cautela e continuar acompanhando o cenário epidemiológico, pois a covid ainda está ativa e nós precisamos manter todas as regras sanitárias”, reforçou.

O tenente-coronel do 12º BPM, André Luís Cunha, compartilhou na solenidade o que a data representa para ele, enquanto militar e cidadão. “Como militar, é uma honraria. É prestar culto ao símbolo nacional que é a bandeira e isso muito me agrada. Possuo 34 anos de serviço ativo e sempre valorizei os símbolos nacionais, e a bandeira é uma delas. Como cidadão, ato de civismo que confirma os valores de respeito, tradições, democracia, sobretudo, no que está escrito na bandeira, ordem e progresso. Então, nós devemos respeito, sim, à bandeira. E como cidadãos, nós não podemos deixar que esses valores sejam esquecidos, pois é a nossa herança, caso contrário, os nossos filhos não saberão o que significa o 7 de setembro”, destacou.


Também participaram do ato, o vice-prefeito, José Tude; os gestores das secretarias de Governo (Segov), José Gama Neves, e da Educação (Seduc), Neurilene Martins; o responsável pela Superintendência de Trânsito e Transporte Público (STT), coronel Alfredo Castro; além de membros Tiro de Guerra e do 12º BPM.]

Foto: Jean Victor

Agência de Notícias

Coordenadoria de Jornalismo e Imprensa
Diretoria de Comunicação - Prefeitura de Camaçari

About www.conexao cidade

Saiba de tudo que acontece em Camaçari, na Bahia no Brasil e no Mundo.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga