» » Policial Militar diz que matou colega da reserva em legítima defesa durante confusão em bar

PM prestou depoimento e foi liberado; crime ocorreu em um bar no último domingo e vitimou o sargento da reserva Isídio Bulhões (foto).

Foto: Reprodução / Redes Sociais

Um policial militar da ativa se apresentou à Polícia Civil e confessou ter matado a tiros o sargento da reserva Isídio Monteiro Bulhões Júnior, 52 anos, na noite do último domingo (29) durante uma confusão em um bar no bairro Jardim Nova Esperança.

Segundo testemunhas, a vítima brigou com um homem antes de ser assassinado. O autor dos disparos fugiu em um carro. Conforme a investigação, o homem que admitiu ter matado o colega de farda prestou depoimento nesta quinta-feira (2), no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), e liberado em seguida, após alegar legítima defesa. Além dele, testemunhas foram ouvidas e câmeras de segurança auxiliarão na elucidação do crime.

A polícia ainda informou que não vai fornecer mais detalhes da investigação para não atrapalhar a apuração do caso. A pistola usada no crime passará por perícia do Departamento de Polícia Técnica (DPT).Metro1


About www.conexao cidade

Saiba de tudo que acontece em Camaçari, na Bahia no Brasil e no Mundo.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga