» » Com previsão de novo temporal, Codesal indica estado de alerta em áreas de Salvador

Bairro mais atingido nesta quarta (3), Sete de Setembro terá vistorias e ações de prevenção reforçadas.

Foto:Reprodução

O diretor geral da Codesal, Sosthenes Macêdo, informou, em entrevista ao programa Metropole Serviço, da Rádio Metropole, que, após as fortes chuvas e ventos que abalaram Salvador na madrugada desta quarta-feira (3), alguns bairros estão em estado de alerta e observação para os próximos dias. A previsão é de que o avanço de uma frente fria mantenha o tempo instável até este domingo (7).

Nesta quarta, rajadas de vento chegaram a 47,5 km/h e cerca de 30 mm de água foram acumulados em diversos bairros da cidade entre 0h e às 6h da manhã. Ao todo, dez chamados foram registrados pelo 199 da Codesal. A maioria das chamadas foram por destelhamento na região de Brotas e da Liberdade.

Sosthenes indicou que um dos locais mais afetados pela chuva foi o bairro Sete de Abril, onde as medidas de segurança serão reforçadas. “Tivemos em alguns locais, como no bairro Sete de Abril, que contamos com sistema de alarme e sirenes já acionadas no passado, que, em 5 a 15 minutos, acumularam cerca de 30 milímetros [de água]. É uma média histórica para todo o mês de novembro, de 106,5 mm. Um terço dessa chuva se deu em 15 minutos, algo muito forte, o que nos apontava uma preocupação maior caso ela fosse persistir. Ela deu uma trégua maior e, é claro, isso dá um certo conforto, mas como há a previsão de frente fria até o próximo domingo, essa região já fica como área de alerta para a equipe realizar vistorias e identificar possíveis riscos de deslizamentos de terra e possíveis desabamentos”, disse.

O diretor também comentou sobre outras das principais ocorrências da madrugada. “Nós tivemos, entre 2h e 3h da manhã, rajadas de vento violentíssimas aqui em Salvador. Foram 47 km/h, o que não é comum, não é normal para a nossa cidade. Por conta dessas rajadas muito fortes, nós tivemos uma série de solicitações feitas pela população por meio do 199, principalmente de destelhamento das casas. Observamos também tapumes de obras que estão ocorrendo, à exemplo da Praça Castro Alves, que foram arrancadas pela força do vento, de igual modo outros tapumes no Porto da Barra, por aquela área de isolamento que se faz necessária por conta das condições de prevenção à Covid. Tudo isso nós presenciamos nessa madrugada, além de árvores que ficaram com ameaça de queda ou que caíram”, contou. 

“A Codesal trabalha 24h por dia, todos os dias por ano”, reforçou Sostehenes. Ele disse que, independentemente de ser em período de emergência, como hoje e nos próximos dias, o órgão trabalha na prevenção de casos graves em decorrência da chuva. Por isso, como método de prevenção, além das vistorias e atuação direta nos bairros durante o período de maior possibilidade de ocorrências, a Codesal vem realizando, durante todo o ano, capacitações à população para incentivar a sustentabilidade. “Isso vem garantindo que 2021 tenha sido um ano mais seguro, mas é claro que não podemos ignorar a força da natureza”, declarou.

Fonte:Metro1

About www.conexao cidade

Saiba de tudo que acontece em Camaçari, na Bahia no Brasil e no Mundo.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga