» » Programa de Educação Financeira do ISSM orienta sobre endividamento

                                           

A terceira palestra do Programa de Educação Financeira do Instituto de Seguridade do Servidor Municipal (ISSM), realizada na tarde desta quinta-feira (4/11) abordou um assunto que afeta milhões de brasileiros, o endividamento. A falta de orçamento, gastos fantasmas elevados e atitudes como pagamento mínimo da fatura do cartão de crédito são alguns fatores que levam ao endividamento, foram pontos destacados pelo economista e servidor do órgão, Diego Silva, que ministrou a palestra.

Segundo o economista, gastos fantasmas são aqueles pouco expressivos no dia a dia, mas que se destacam no acumulado ao final do mês, como lanches e pequenas compras não registradas no orçamento. O palestrante explicou ainda, a diferença entre endividado e inadimplente. “Endividado é o indivíduo cujo ganho não é suficiente para assumir as despesas assumidas. Já o inadimplente tem um comportamento de não assumir a totalidade das despesas. Todo inadimplente é endividado, mas nem todo endividado é inadimplente”, esclareceu Diego Silva.

Durante a palestra, foram sugeridas algumas ações para ajudar a reduzir a situação de endividamento, sobretudo, aquela ocasionada por empréstimos e cartão de crédito. Uma delas foi a renegociação da dívida com o credor, e caso a proposta não seja satisfatória, o devedor pode optar pela troca de credor, como explicou o diretor de Administração e Finanças, Ernâni Sena.
“Existe a possibilidade, no caso de crédito consignado, de fazer a portabilidade da dívida para outra instituição financeira. No ISSM há diversas instituições financeiras credenciadas para oferecer crédito consignado. O segurado pode pesquisar junto a essas instituições financeiras se há o interesse em comprar sua dívida, transferindo a dívida de um banco para outro, com juros menores”, disse Ernâni.

O diretor ressaltou mais uma vez, a importância da reserva de emergência, que pode ser uma oportunidade, eventualmente, para quitação de dívidas com mais de 90% de desconto, a depender do tipo de dívida. “Mesmo a pessoa endividada deve fazer o esforço para criar essa reserva de emergência para quando surgir uma boa proposta do credor ou um mutirão de renegociação de dívidas ela ter condições de quitar esse débito com um valor muito abaixo”, pontuou ao informar que está ocorrendo o mutirão nacional de negociação de dívidas no site mutirao.febraban.org.br. Os assuntos abordados durante a palestra estão resumidos na Cartilha “Estou endividado. E agora? ”, disponibilizada no site do ISSM. Já a gravação dessa e das demais palestras do Programa de Educação Financeira estão disponíveis no canal do ISSM no YouTube. A próxima palestra do Programa de Educação Financeira, com o tema “É hora de investir! ”, acontece no dia 25 de novembro, às 15h, via Google Meet.

Os interessados já podem se inscrever, por meio deste link, até o preenchimento das vagas.

Foto: Arquivo ISSM

Agência de Notícias
Coordenadoria de Jornalismo e Imprensa
Diretoria de Comunicação - Prefeitura de Camaçari

About www.conexao cidade

Saiba de tudo que acontece em Camaçari, na Bahia no Brasil e no Mundo.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga