» » Sprev completa 10 anos com seminário sobre Direitos Humanos

Com ampla discussão sobre Direitos Humanos, a Superintendência  de Prevenção  à  Violência da Secretaria da Segurança Pública celebrou o 10° aniversário em solenidade realizada na manhã  desta terça-feira (14), no auditório da Assembleia Legislativa  da Bahia (Alba).

Foto: ASCOM-DPT

A roda de conversa intitulada "Construindo Pontes: com os temas Direitos Humanos, Responsabilidade Social, LGBTfobia, Racismo e Intolerância Religiosa" teve a participação de Samira Bueno, diretora-executiva do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, Dudu Ribeiro, coordenador e co-fundador da iniciativa  negra por Uma Nova Política Sobre Drogas, a yalorixá Mãe Jaciara Ribeiro, coordenadora de Gênero e Religião de Matriz Africana do Bloco Afro Malê Debalê e a Dragqueen Petra Péron, militante do movimento LGBTQIAP+.

O secretário  da SSP,  Ricardo  Mandarino, participou do evento e reforçou  que a garantia dos direitos humanos deve estar incluída em todo plano de segurança pública.


"Nós escolhemos  comemorar esse aniversário levantando discussões que visam melhorar cada vez mais nossa política de segurança pública, inclusive trazendo experiências exitosas de outros  estados", explicou  a superintendente  da Sprev, major Denice Santiago.

Foto: ASCOM-DPT

No evento também foram prestadas homenagens a todos gestores que já conduziram a Sprev e construíram  a  história da superintendência  ao longo dos 10 anos.


Ligadas Por Fios


O aniversário  também  marcou a finalização  de um ciclo do Programa Ligadas Por Fios,  que na edição  2021 conseguiu arrecadar 38 quilos de cabelos. O material será convertido em 76 perucas  que serão entregues a mulheres em tratamento contra o câncer. 

Imagem: Kelly Hosana


O acessório é apenas um dos diversos itens que compõem  o Kit do amor, como é chamada relação  de mimos entregues, todos voltados  ao cuidado e elevação da autoestima feminina.


Há três anos em tratamento contra um câncer no colo do útero, a empregada doméstica Eliete Conceição  confessou que viu a vaidade adormecer depois que iniciou a luta contra a doença.


"Eu sempre gostei de me arrumar, de ficar bonita, mas esfriei. Soube dessa campanha no Hospital da Mulher e resolvi conferir  como funciona. Me ligaram ontem pedindo para vir aqui hoje, mas não imaginava que receberia esse presente. Estou muito feliz, agradecida, porque não teria condições financeiras de comprar uma peruca," revelou.

Imagem: Kelly Hosana


Fonte: Ascom / Kelly Hosana

About www.conexao cidade

Saiba de tudo que acontece em Camaçari, na Bahia no Brasil e no Mundo.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga