» » DESENVOLVIMENTO SOCIAL Prefeitura busca modelo para serviço de acolhimento

Prefeito conheceu o modalidade Casa Lar de acolhimento de crianças e adolescentes.
A unidade da Organização Não-Governamental Aldeias Infantis SOS, em Lauro de Freitas, recebeu ontem (03/05) a visita do prefeito de Camaçari, Antonio Elinaldo. A ida do prefeito até a unidade teve como objetivo conhecer um pouco mais do modelo de acolhimento de crianças e adolescentes praticado pela ONG, que tem uma atuação em 134 países, e existe desde 1949. Entre as modalidades de acolhimento adotadas pela instituição, o prefeito conheceu as Casas Lar, moradias que seguem o padrão de uma casa comum. No Brasil, o programa existe em 24 cidades.
A organização sem fins lucrativos trabalha com o objetivo de promover o desenvolvimento social, por meio da defesa, garantia e promoção dos direitos de crianças, adolescentes e jovens. O público-alvo do programa são crianças em situação de vulnerabilidade social, que perderam ou estão prestes a perder os cuidados de suas famílias.
De acordo com o prefeito Elinaldo, as crianças e adolescentes de Camaçari que têm seus direitos violados precisam de um acolhimento familiar, padrão que é oferecido pela ONG Aldeias Infantis SOS. “Toda criança e adolescente em situação de vulnerabilidade social precisa de uma atenção especial e verdadeira. Acredito que o formato desse projeto, com casas comuns como a que moramos, profissionais preparados e atenciosos, que dedicam suas vidas a essas crianças, é o que Camaçari precisa”, salientou.
Para a secretária de Desenvolvimento Social, Simara Ellery, o encontro foi bastante importante para iniciar uma política pública municipal que atenda à população infantil. “É um projeto sério, bem conceituado e que atende às necessidades das crianças que tiveram os seus direitos violados, e que precisam de um bom acolhimento até que possam retornar ao convívio com suas famílias de origem”, destacou Simara.
Depois de conhecer as Casas Lar, que ficam dentro da área de 30 mil metros quadrados, no centro da cidade, o prefeito se reuniu com a equipe da Sedes e com o coordenador da unidade, Luiz Mendonça, para entender como funciona o programa. De acordo com Elinaldo, “a intenção é buscar o melhor modelo de serviço de acolhimento para implantar no Município”.
Participaram ainda da visita a secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania, Simara Ellery, a sub-secretária, Claudia Marrocci, e aa equipe técnica da secretaria.
Aldeias Infantis SOS
Uma Organização sem fins lucrativos, de promoção ao desenvolvimento social que trabalha desde 1949, na defesa, garantia e promoção dos direitos de crianças, adolescentes e jovens. O trabalho conta com o apoio financeiro de pessoas físicas que contribuem com um valor mensal, e por parcerias com empresas, que financiam projetos e convênios com o Poder Público.  Além do apoio financeiro, a Organização conta com a divulgação de embaixadores internacionais e nacionais.
A obra surgiu com o educador Hermann Gmeiner, em Imst, Áustria, com o objetivo inicial de acolher crianças órfãs, vítimas da II Guerra Mundial. Com o passar do tempo o campo de atuação foi ampliado, com programas para famílias, comunidades, defesa de direitos e ações voltadas à saúde e nutrição, centros educacionais e promoção de direitos das mulheres, além do auxílio em emergências. Atualmente, em 133 países e territórios, são crianças em situação de vulnerabilidade social, que perderam ou estão prestes a perder os cuidados de suas famílias.
No Brasil, os serviços são desenvolvidos em 24 programas presentes em 12 estados brasileiros e no Distrito Federal. No Estado de São Paulo há 6 unidades: Poá, São Bernardo do Campo, Rio Bonito (Interlagos), Campinas, Rio Claro e Pirassununga. Os programas atuam em duas frentes: Acolhimento, que conta atualmente com 89 Casas-Lares, e Fortalecimento Familiar e Comunitário, que totaliza 17 projetos. Hoje, atendemos cerca de 4.812 crianças, adolescentes e jovens em situação de vulnerabilidade social.




Autor: ASCOM/PMC

About Conexão Cidade

Saiba de tudo que acontece em Camaçari, na Bahia no Brasil e no Mundo.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply