» » Leão cogita prorrogar pela terceira vez assinatura do contrato de construção da Ponte Salvador–Itaparica

Leão afirmou que “não há sangria desatada” e mantém o otimismo sobre a construção do equipamento.
Foto : SDE / Divulgação
O vice-governador da Bahia, João Leão (PP), cogitou hoje (28) ao prorrogar pela terceira vez o prazo da assinatura do contrato de concessão para mais seis meses por causa da pandemia do novo coronavírus. Em fevereiro, os chineses não vieram ao Brasil para cumprir uma série de compromissos, dentre eles a de assinar o contrato, pois já tinham começado a quarentana por causa de Covid-19. No dia 25 de abril, foi prrogado pela segunda vez. Hoje a data-limite é final de julho.
“Os chineses estão firmes. Têm me ligado muito. Há uma equipe deles aqui. Foi prorrogado. Vamos ter mais 90 dias. Prorrogamos sem colocar [o decreto] de calamidade pública no meio. Vamos ver com a PGE e o Tribunal [de Contas do Estado] para saber se podemos  prorrogar para mais seis meses”, disse.
No entanto, Leão afirmou que “não há sangria desatada” e mantém o otimismo sobre o equipamento. 
Sobre a possibilidade de as obras não terminarem dentro da gestão de Rui Costa, Leão disse que ele, Otto Alencar (PSD) ou Jaques Wagner (PT) – um deles sendo candidato ao governo – pode inaugurar, prevendo uma vitória dentro do grupo governista. “Acho muito difícil um de nós não ganhar. Mas se for outro governador, não acredito que irá dificultar uma ‘big obra’, com a as lajes já feitas dentro do mar”, completou.
O vice-governador também disse que, como o dólar está custando R$ 5,51, a construção da ponte Salvador-Itaparica para os chineses está mais rentável. Na época do leilão, em dezembro de 2019, o dólar estava operando a R$ 4,10. “Se tornou mais barata para eles. Para a gente não muda, pois foi feito [o contrato] em real”, disse.
Formado pelas empresas China Railway 20 Bureau Group Corporation – CR20; CCCC South America Regional Company S.Á.R.L – CCCC SOUTH AMERICA e China Communications Construction Company Limited – CCCCLTD, o consórcio Ponte Salvador, a partir da assinatura da concessão, terá um ano para elaborar o projeto e outros quatro anos para construir o equipamento.
O investimento será de R$ 5,4 bilhões e o aporte do Estado será de R$ 1,5 bilhão. A gestão e administração da ponte terá duração de 30 anos.

About www.conexao cidade

Saiba de tudo que acontece em Camaçari, na Bahia no Brasil e no Mundo.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga