» » Primeira morte em presídios é registrada no Brasil; unidade abriga apenas maiores de 60 anos

Fonte: Da redação

Crédito da Foto: reprodução/Google Street View
Um idoso de 73 anos, identificado como Fernando Pinto da Silva, que tava detido no sistema prisional do Rio de Janeiro, faleceu por conta da Covid-19. De acordo com o jornal O Dia, a penitenciária em que ele estava abriga apenas presos maiores de 60 anos em regime fechado. 
Fernando morreu na última quarta-feira (15/4), mas as informações sobre seu óbito só foram divulgadas nesta sexta-feira (17/4). O idoso estava preso desde outubro de 2017 e começou a sentir os primeiro sintomas no dia 9 de abril. Ele apresentou, no geral, dor abdominal, sudorese fria e prostração, uma espécie de fraqueza no corpo.
A Secretaria Estadual de Administração Penitenciária (Seap), em nota ao jornal, explicou os cuidados que estão sendo tomados. "A Seap lamenta o falecimento do interno e esclarece que todos que tiveram contato com o preso estão isolados na unidade. A secretaria ressalta que todos estão sendo acompanhados e os atendimentos médicos, quando necessários, estão sendo realizados no local", destacou.
O órgão ainda falou sobre como será o movimento de ir e vir dentro da penitenciária. "Qualquer saída da unidade só ocorrerá após autorização da Subsecretaria de Tratamento Penitenciário e análise médica. O Instituto Penal Cândido Mendes tem capacidade para 246 internos e atende, de acordo com o número do efetivo carcerário da última quarta-feira, 305 apenados", finalizou a secretaria.

About www.conexao cidade

Saiba de tudo que acontece em Camaçari, na Bahia no Brasil e no Mundo.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga