» » » Bolsonaro exonera diretor-geral da Polícia Rodoviária

Federal após nota de falecimento Mudança ocorre após presidente reclamar da nota emitida pela corporação a respeito da morte de um policial por covid-19.
Foto : Reprodução / YouTube
O ministério da Justiça e Segurança Pública anunciou hoje (22) a exoneração do diretor-geral da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Adriano Marcos Furtado. Em seu lugar, entra Eduardo Aggio de Sá. A mudança foi oficializada no Diário Oficial da União (DOU) com a assinatura do ministro da Casa Civil, Walter Braga Netto.

A troca ocorre após um desgaste do presidente Jair Bolsonaro com o antigo diretor, relatado pelo jornal Folha de S. Paulo. Segundo a publicação, Bolsonaro reclamou da nota oficial emitida pela Polícia Rodoviária Federal a respeito da morte de um integrante da corporação por covid-19. A queixa teria acontecido durante a reunião ministerial de 22 de abril.
O jornal diz que relatos indicam que Bolsonaro criticou o tom da nota, alegando que poderia assustar as pessoas, além de não levar em conta possíveis comorbidades do policial.

About www.conexao cidade

Saiba de tudo que acontece em Camaçari, na Bahia no Brasil e no Mundo.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga