» » » Liberada da prisão, Sara Winter terá que usar tornozeleira eletrônica

Ativista terá que manter distância do Congresso e do STF e de outros investigados no inquérito dos atos antidemocráticos.

Foto: Fotos Públicas
Liberada da prisão, a ativista Sara Winter terá que usar tornozeleira eletrônica. As decisões são do ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes, relator do inquérito sobre fake news, ofensas e ameaças contra a Suprema Corte. Com informações da CNN Brasil.
Sara Giromini (Winter) terá que se manter a pelo menos um quilômetro do Congresso Nacional e do Supremo Tribunal Federal e não poderá contatar nenhum dos outros investigados que também foram presos no último dia 15. São eles Emerson Rui Barros dos Santos, Érica Vianna de Souza, Renan de Morais Souza e Arthur Castro.
Os ativistas só estão liberados para sair de suas residências se for para trabalhar ou estudar e devem informar mudança de endereço. Em caso de descumprimento das regras, Alexandre de Moraes admite decretar prisão preventiva – sem prazo predeterminado para a saída.

About www.conexao cidade

Saiba de tudo que acontece em Camaçari, na Bahia no Brasil e no Mundo.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga