» » Ciclone provocou, pelo menos, cinco mortes no sul do Brasil; idosa foi atingida por árvore

Crédito da Foto: divulgação/Defesa Civil
Pelo menos cinco mortes foram registradas em Santa Catarina por conta de um fenômeno meteorológico  ocorrido na terça-feira (30/6) no Sul do Brasil. Três vítimas estavam em Chapecó, uma outra em Santo Amaro da Imperatriz e a última em Tijucas. Duas pessoas ainda estão desaparecidas.
Em Chapecó, uma idosa de 78 anos morreu após ser atingida por uma árvore. Em Santo Amaro do Imperatriz, um homem não resistiu aos ferimentos após ser atingido por fios de alta tensão. Já em Tijucas, outro homem morreu após a queda de uma estrutura que não foi especificada. No Rio Grande do Sul, um homem de 53 anos morreu após ser soterrado em um deslizamento de terra devido ao temporal. 
Conforme a Defesa Civil do Estado, rajadas de quase 130 km/h, impulsionadas por um ciclone extratropical, foram registradas em Urupema, Indaial e Bom Jardim da Serra. Ao todo, o vendaval causou estragos em 35 cidades catarinenses e falta de luz nos três estados da região Sul. São pelo menos 871 casas danificadas e 1035 pessoas desalojadas no Estado.
A Climatempo alertou para a formação de uma frente fria no Sul do país. Segundo o instituto, uma forte queda da pressão atmosférica ocorre entre Brasil, Paraguai, Argentina e Uruguai. A possibilidade de mais vento forte nas próximas horas desta quarta-feira (1/7). 

About www.conexao cidade

Saiba de tudo que acontece em Camaçari, na Bahia no Brasil e no Mundo.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga