» » Morre Seu Vavá, um dos símbolos do Candeal, aos 94 anos

Pai da cantora Daúde, o saxofonista ergueu um momento a si mesmo em 2005: 'o grande engenhoso da própria vida em vida'.
Foto : Divulgação
Morreu nesta terça-feira (7), o ex-tenente do exército Waldemiro Guilherme de Santana, aos 94 anos. Pelo nome de batismo e patente militar talvez não seja uma figura facilmente identificável, mas a perda de Seu Vavá, músico que fez de sua casa no Candeal um palco eterno, certamente será muito sentida.
Pai da cantora Daúde, Seu Vavá é uma "figura emblemática" da nossa cultura, no dizer do também saxofonista Rowney Scott e foi homenageado por Carlinhos Brown, que o chamava de maestro, com a canção "Véu Vavá". "É um homem que nunca cessou de procurar, de ser contemporâneo, fazer o seu momento", diz dele o maestro Fred Dantas em conversa com o Metro1.  
 
Seu Vavá fez parte da Banda de Música Maestro Wanderley, da Polícia Militar da Bahia, e estudou saxofone na Ufba. Em 2005, ergueu um monumento a si mesmo, posto em exposição permanente em sua casa. "A vida em vida. A vida como ela se apresenta, uma homenagem em vida prestada a mim mesmo. Dá-lhe Seu Vavá, o grande engenhoso da própria vida em vida", diz texto atrelado à estátua nua.
Apesar de ter um problema na próstata, o artista que era símbolo do bairro do Candeal morreu de causas naturais. 

About www.conexao cidade

Saiba de tudo que acontece em Camaçari, na Bahia no Brasil e no Mundo.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga