» » Número de casos e mortes por Covid-19 vem caindo em Salvador

Após um intenso mês de junho, com uma grande quantidade de casos e mortes pelo novo coronavírus, Salvador começa a entrar em uma nova fase com relação à doença, devido a diminuição dos registros positivos e óbitos.
Foto: Romildo de Jesus / Tribuna da Bahia
Após um intenso mês de junho, com uma grande quantidade de casos e mortes pelo novo coronavírus, Salvador começa a entrar em uma nova fase com relação à doença, devido a diminuição dos registros positivos e óbitos. Com relação às mortes, por exemplo, de acordo com o último boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS), a capital baiana teve uma queda superior a 90% no período entre 19 de junho – dia com mais registros, 38 – e 16 de julho – entre 0 e cinco óbitos. O dia 27 de maio também teve o mesmo número de mortes do dia 19/06.
Conforme os dados, Salvador registrou, no período de 28 de março a 18 de julho de 2020, uma média de 15 óbitos por dia pelo novo coronavírus, considerando a média móvel de sete dias com registro de maior ocorrência. No mesmo período, a taxa de letalidade foi de 3,7% e mortalidade de 61,4 a cada 100 mil habitantes. Segundo a SMS, Considerando a faixa etária, as mulheres com idade igual ou superior aos 80 anos são as que concentram o maior número de óbitos (286), seguido da faixa de idade entre 60 e 69 anos do sexo masculino (237).
Por outro lado, até o momento, não houve registro de óbitos na faixa entre os 10 e os 14 anos. Em relação à distribuição dos óbitos pela Covid-19 de acordo com o Distrito Sanitário (DS), as regiões de Itapagipe (82,1), Subúrbio Ferroviário (75,6) e Liberdade (81,6) mantiveram as maiores incidências por 100 mil habitantes.
Já quanto ao número de casos, os índices também vêm apresentando declínio. Se no dia 1º de junho o número de registros positivos de covid-19 foi de 1.016 – a maior concentração desde março, um mês depois, em 1º de julho, o valor ficou cerca de 20% menor. Quinze dias depois, a quantidade foi ainda mais baixa: pouco acima dos -90%. De acordo com a SMS, o primeiro caso notificado em Salvador – importado – apresentou sintomas no dia 11 de março deste ano e até a 29ª semana epidemiológica, foram confirmados 46.590 casos.
Por faixa etária, a mediana de idade dos casos confirmados de Salvador, até a 29ª Semana Epidemiológica foi de 41 anos (levou-se em conta a idade mínima de zero e a máxima de 99 anos). Homens com idades iguais ou acima de 80 anos foram os que mais tiveram registros positivos de covid-19 até agora (mais de 5.500). Entre as mulheres, a faixa etária mais afetada também entre aquelas tinham idade igual o superior a 80 anos: 3.597 casos confirmados.
Por outro lado, até o momento, não houve registro de óbitos na faixa entre os 10 e os 14 anos. No que se refere a distribuição dos casos confirmados do novo coronavírus, por Distrito Sanitário (DS), as localidades da Barra/Rio Vermelho (2001,3) – a qual a Pituba, por exemplo, faz parte – e Centro Histórico (1885,4) apresentaram, respectivamente, as maiores incidências por 100 mil habitantes. Com relação as taxas de UTI, os índices, que já chegaram a 84% no mês passado, agora são de 73%, conforme a Secretaria Estadual de Saúde (Sesab).

About www.conexao cidade

Saiba de tudo que acontece em Camaçari, na Bahia no Brasil e no Mundo.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga