» » Hospitais de campanha do Sagrada Família e Espanhol serão mantidos, dizem secretários

Conforme apurado a unidade extra já está em processo de renovação. No entanto, não será renovado o contrato, mas o Executivo municipal fará uma nova licitação.

Foto : Paula Fróes/GOVBA

A prefeitura de Salvador vai manter o hospital de campanha montado no Hospital Sagrada Família para atendimento exclusivo de pacientes com coronavírus. Além dele, o governo da Bahia também vai continuar os trabalhos no Hospital Espanhol, que começou a operação em abril deste ano. As negociações ocorrem após autoridades locais se depararem com a possibilidade da segunda onda do coronavírus na cidade.

Com o secretário Léo Prates, a unidade extra do Sagrada Família já está em processo de renovação. O Executivo municipal fará uma nova licitação para gestão. O contrato atual do Sagrada Família vai até 8 de novembro.

Outra unidade extra que se manteve foi o Memorial, localizado no Itaigara. A administração publicou no Diáro Oficial do Município de hoje (19) o resultado da licitação para gestão da unidade, com vigência de três meses. A S3 Gestão em Saúde, que estava no contrato anterior, foi a vencedora do novo certame. Ela foi a única empresa que entrou para a concorrência. Memorial tem 47 leitos de UTI.

No entanto, a tenda 1 do Wet'n Wild, que fica na Paralela, teve seu contrato encerrado. A tenda 2 tem contrato até janeiro e, segundo informações da prefeitura, não precisa prorrogar.

Já pelo lado do governo do Estado, apesar do anúncio da desativação dos hospitais de campanha da Arena Fonte Nova e Hospital Santa Clara, o Executivo estadual fará uma nova licitação para administração do Hospital Espanhol. A informação foi confirmada pelo secretário estadual Fábio Vilas Boas ao Metro1. Atualmente, a unidade tem 80 leitos clínicos e 80 leitos de UTI para pacientes com Covid-19.



About www.conexao cidade

Saiba de tudo que acontece em Camaçari, na Bahia no Brasil e no Mundo.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga