» » Defesa Civil realiza ação de combate a queimadas nesta terça (23)

Além da fiscalização do acesso às praias em todo o município de Camaçari, a Secretaria dos Serviços Públicos (Sesp), por meio da Defesa Civil, segue implementando ações de combate a queimadas. Com uma equipe de 10 pessoas, o órgão seguiu alertando a população sobre o perigo desses eventos. As localidades de Itacimirim e Jauá receberam a panfletagem do órgão ao longo desta terça-feira (23/2).

A atuação da equipe se deu através de distribuição de 800 folhetos, aliada ao compartilhamento da peça educativa por meios eletrônicos. “Muitas pessoas têm manifestado certo receio de contrair a Covid-19 pelo manuseio do impresso; por isso, quando situações como essa acontecem, perguntamos ao cidadão se ao menos ele poderia replicar o instrumento por vias digitais, como WhatApp ou outra rede social de seu uso”, explicou o coordenador da Defesa Civil, Ivanaldo Soares.


O órgão priorizou a distribuição dos prospectos em áreas residenciais mais próximas à vegetação, bem como em estabelecimentos comerciais. Ao todo, o público atingido, de modo direto, foi de cerca de 500 pessoas.

Incêndios na vegetação têm sido modalidade recorrente de chamados que a Defesa Civil tem atendido nesse verão. Para Ivanaldo Soares, o descarte indevido de material inflamável, ou mesmo o mau costume que o cidadão possui em colocar fogo no lixo que ele mesmo produz, são atitudes que aumentam o risco de incêndios.

No último domingo (21/2) o órgão combateu, com apoio do Corpo de Bombeiros, duas ocorrências de fogo em vegetação de grandes proporções: uma na via de ligação próxima à Monsanto, no Polo Industrial de Camaçari, e outro na entrada de Jauá.


Ivanaldo também chamou a atenção para o prejuízo que uma queimada aparentemente simples pode trazer para tantas pessoas, sobretudo nesse atual momento de pandemia. “Note-se que o que se está a queimar numa combustão é justamente oxigênio, substância cujo valor infelizmente tem sido conhecido de perto por muitos, acometidos pela doença”, frisou.

O gestor destacou a importância de se manter atento a outras situações de emergência que podem acometer a população do município para além da pandemia da Covid-9. “O combate à proliferação do coronavírus não pode parar os demais serviços essenciais. Dengue, chikungunya, ou mesmo incêndios, são exemplos de problemas que decorrem da relação inadequada do homem com o meio ambiente”, reconheceu.

Foto: Ascom/PMC


Agência de Notícias - Prefeitura de Camaçari

About www.conexao cidade

Saiba de tudo que acontece em Camaçari, na Bahia no Brasil e no Mundo.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga