» » » Bruno Reis defende prorrogar restrições, mas vai discutir decisão com empresários

 

Em reunião com prefeitos da Região Metropolitana de Salvador (RMS) nesta manhã, o prefeito Bruno Reis (DEM) defendeu que a proibição de atividades não essenciais, válida até às 5h quarta-feira (3º), seja prorrogada até domingo (7). A questão, entretanto, será discutida em reuniões com empresários de vários setores do comércio. 

 

“Deixei meu encaminhamento no sentido de que as medidas fossem prorrogadas, mas vou sentar com as entidades para discutir com os setores o que podemos fazer antes de tomar a decisão”, afirmou Bruno.

 

Questionado sobre o porquê não tomou medidas restritivas mais duras, como o lockdown total sugerido por integrantes do comitê científico do Consórcio Nordeste, o prefeito não descartou a possibilidade de fazer isso, mas argumentou que as ações da prefeitura têm sido proporcionais ao momento atual da pandemia na cidade. 

 

“Por que passamos bem a primeira onda? Porque tomamos medidas antecipadas, sempre fizemos isolamento parcial, e não total. Deu tempo de abrir leitos progressivamente. Mas essa situação grave está acontecendo com todo mundo, meu amigo. França, Reino Unido fizeram toque de recolher, lockdown. As medidas que estamos adotando, com muita responsabilidade, são as medidas que consideramos acertadas”, justificou. 

 

CONSÓRCIO PARA COMPRA DE VACINAS
O prefeito também estimou que, em dentro de três semanas, deve ser formalizado o consórcio entre prefeituras de todo o país para aquisição de vacinas contra a Covid-19. De acordo com ele, um projeto de lei deve ser encaminhado à Câmara Municipal para regulamentar a participação da capital baiana neste grupo. Prefeitos de outros municípios já manifestaram interesse em integrar o consórcio. 

About www.conexao cidade

Saiba de tudo que acontece em Camaçari, na Bahia no Brasil e no Mundo.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga