» » CÂMARA VAI À PORTO SEGURO DEBATER ESTRATÉGIAS PARA ALAVANCAR TURISMO DE CAMAÇARI

Nota de repúdio sobre impedimento de acesso de vereadora à unidade escolar

O presidente da Câmara Municipal de Camaçari, vereador Júnior Borges (DEM), e o vice-presidente, Dilson Magalhães Jr. (PSDB), estão cumprindo agenda institucional na cidade de Porto Seguro, Sul da Bahia, nesta sexta-feira (16/7). Os parlamentares se reuniram com o prefeito e com o vice-prefeito de Porto Seguro, além de integrantes do secretariado municipal, com o intuito de debater o fomento turístico de Camaçari.

Os vereadores de Camaçari foram recebidos pelo prefeito, Jânio Natal, e pelo vice-prefeito, Paulo Onishi – que também é o secretário de Turismo de Porto Seguro –, para um encontro que também contou com a presença da subsecretária de Turismo de Camaçari, Lúcia Bichara, e da secretária de Planejamento e Desenvolvimento Econômico de Porto Seguro, Juliana Paes.

Para Júnior Borges, a expertise do município de Porto Seguro com o turismo pode contribuir para que Camaçari possa explorar o potencial que tem da maneira mais assertiva e plena possível. “Viemos a Porto Seguro para ver de perto como as ações voltadas para o desenvolvimento do turismo são implementadas aqui. A partir deste diálogo, queremos voltar para Camaçari com propostas que cooperem para a sustentabilidade e fortalecimento deste vetor econômico em nossa cidade”, afirmou o chefe do Legislativo Municipal.

Nota de repúdio sobre impedimento de acesso de vereadora à unidade escolar

O vereador Dilson Magalhães Jr. também ressaltou a importância do tema e a aplicabilidade das estratégias discutidas. “Camaçari tem um potencial turístico muito grande, com praias, paisagens rurais e muito mais. O Legislativo de Camaçari, ciente deste valor inexplorado que temos, protagoniza esta busca por estratégias bem sucedidas para fazer o nosso município despontar como importante destino para quem busca serviços de qualidade e experiências inesquecíveis em um local que deve estar preparado para receber os turistas”, comentou o parlamentar.

A Câmara Municipal de Camaçari manifesta repúdio ao ato cometido com a vereadora Profª. Angélica (PP), que foi impedida de realizar fiscalização em uma escola pública municipal. A parlamentar denunciou a situação nas redes sociais nesta sexta-feira (16/7), quando postou um vídeo no qual mostra sua entrada na Escola Municipal Denise Tavares sendo impedida por um membro da diretoria da unidade de ensino. 

Na legenda da postagem, a vereadora ainda relata que não é a primeira vez que é impedida de adentrar em um prédio público para exercer o seu papel enquanto parlamentar eleita para representar e defender os interesses da população. A Casa Legislativa reforça que os vereadores possuem a prerrogativa de proceder com a fiscalização de equipamentos públicos, não cabendo interpelações injustificadas, como as denunciadas recentemente. 

Considerando a incidência de relatos desta natureza, a Câmara esclarece que a referida prerrogativa está expressa no Art. 47 da Lei Orgânica, onde consta a lista de atribuições de um vereador, que inclui a atribuição de exercer a fiscalização financeira, orçamentária e patrimonial no município. Dito isto, reforçamos a postura já exposta anteriormente, de que esta Casa não vai ser omissa diante de tentativas de impedir que o Poder Legislativo exerça o seu papel de forma plena na sociedade.

About www.conexao cidade

Saiba de tudo que acontece em Camaçari, na Bahia no Brasil e no Mundo.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga