» » Sobe para 16 número de armas apreendidas em caça ilegal em Formosa do Rio Preto

Mais nove espingardas foram retiradas de circulação por equipes da 86ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Formosa do Rio Preto) e do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), durante operação contra a caça ilegal, no oeste do estado. Em 48 horas, 16 armas de fogo usadas para matar animais da Estação Ecológica do Rio Preto foram apreendidas.Durante nova verificação, na quinta-feira (16), as equipes do Pelotão de Emprego Tático Operacional (Peto) foram até a localidade do ‘Marinbondo’, na Fazenda São Gonçalo, e encontraram um homem suspeito da prática ilegal, já monitorado pelas equipes do Inema.

“Nós solicitamos a entrada na residência e, após a permissão, conseguimos encontrar em um dos cômodos usado como dispensa, oito espingardas calibres 44, 36, 32, munições, além de um frasco de pólvora, chumbo e uma caixa de espoleta, o que indicou a prática da caça”, contou o comandante da guarnição atuante na operação, soldado Abmael Matos Batista.

Os armamentos e o suspeito foram encaminhados para a Delegacia Territorial (DT) de Formosa do Rio Preto. Na unidade, o titular, delegado Arnaldo Monte, informou que ele foi flagranteado por “posse ilegal de arma de fogo, pagou fiança e foi liberado”.

Já nesta sexta-feira (17), as equipes seguiram nas buscas por caçadores e, no ‘Povoado de Retiro’, zona rural de Formosa, armadilhas usadas para prender os bichos apontavam que o suspeito cometia o crime ambiental. Durante a abordagem, após permissão do dono da casa, os PMs encontraram mais uma espingarda, pólvora, chumbeiro e munições calibre 38. O suspeito foi levado para a delegacia para prestar esclarecimentos à Polícia Judiciária.

Aves apreendidas nos dias da operação – dentre elas um cardeal, um canário da terra, e dois periquitos – foram devolvidos à natureza, as margens do Rio Preto.

About www.conexao cidade

Saiba de tudo que acontece em Camaçari, na Bahia no Brasil e no Mundo.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga