» » Empreendedoras vinculadas ao Cras Nova Vitória participam de encontro motivacional

                                           

Por meio da interlocução da Secretaria de Relações Institucionais (Serin), aconteceu na tarde desta sexta-feira (12/11) o primeiro encontro motivacional de empreendedoras vinculadas ao Centro de Referência e Assistência Social (Cras) do Nova Vitória. O evento promoveu troca de experiências em empreendedorismo entre mais de 20 mulheres atendidas pela unidade e organizações públicas e privadas que desenvolvem trabalhos de estímulo ao protagonismo empresarial feminino.

Além de representantes de secretarias municipais, participaram instituições dedicadas ao empreendedorismo feminino e entidade síndico patronal de Camaçari. Para Janete Ferreira, articuladora do encontro e servidora da Serin, a boa aceitação do evento só reforça a importância da motivação na vida de mulheres, hoje em situação de vulnerabilidade social. “A partir do momento que recebemos esse convite incrível de mostrar o empoderamento feminino, essa troca é muito importante. São pessoas que têm vontade de ver outras pessoas crescerem e se empoderarem, especialmente a mulher”, reconheceu.

                                            
O Cras Nova Vitória provocou o encontro motivacional. Por meio da escuta atenta do psicólogo que atua na unidade, Isael Sena, a proposta foi estimulada pela coordenadora do órgão, Francine Costa. “Nosso intuito é fazer uma capacitação por meio de um ciclo de palestras, e em cada oficina trazer temáticas como formalização, empoderamento, autonomia, para desenvolver cada uma dessas mulheres rumo a algo muito maior”, declarou a gestora.

Na leitura de Isael Sena, o que a escuta junto ao público do Cras revelou foi um grande potencial. À medida que as histórias compartilhadas no consultório revelavam similaridades, era visível o esforço sistemático que as mulheres atendidas faziam pela geração de renda familiar, ainda mais precarizada pela pandemia. “Elas possuem um capital, um conhecimento, e como fazer um bom uso disso em meio a poucos recursos? ”, questionou o profissional. A partir daí, o Cras Nova Vitória formou um grupo para se pensar, colaborativamente, formas para que essa relação entre elas ganhasse corpo, visto que se tratam de mulheres orientadas por um interesse comum, que em essência é a geração de renda.

A costureira e empreendedora Eliane Maria Santos chegou em 2019 em Camaçari. Confrontada com o dilema das drogas em seu ambiente familiar, agravado com a pandemia, decidiu vir para a Bahia deixando para trás o passado turbulento e adoecedor. Apostou em sua fidelidade ao desejo de vivenciar concretizações significativas em sua vida. “Não tenho nada aqui hoje, não tenho ninguém aqui além de minha filhinha (modo carinhoso como se refere à neta Joana, de 2 anos e 4 meses), dos vizinhos que conheço, e o pessoal daqui do Cras. Isso é tudo que conheço daqui. Tô achando essa oportunidade maravilhosa. Eu já costuro há 45 anos e hoje estou no zero. Mas o que espero mesmo da minha vida em Camaçari é subir mesmo, é vencer com o meu esforço, porque não pense que é fácil eu chegar ao ponto de precisar”, relatou, demonstrando grande constrangimento pela situação de necessidade que caracteriza sua relação com o órgão.
Fizeram-se também presentes ao encontro, o Instituto Consciência e Prosperidade, a Câmara da Mulher Empresária do Sindicato Patronal de Camaçari e Região (Sicomércio), além de representantes do Grupo Mulheres que Empreendem, do Centro Comercial de Camaçari.

Foto: Tiago Pacheco
Agência de Notícias
Coordenadoria de Jornalismo e Imprensa
Diretoria de Comunicação - Prefeitura de Camaçari

About www.conexao cidade

Saiba de tudo que acontece em Camaçari, na Bahia no Brasil e no Mundo.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga