» » Moradores de Medeiros Neto usam canoas para se deslocarem após nível de rio subir

Segundo informações da prefeitura do município, nível do rio continua tem inundado as ruas da parte baixa da cidade. Apenas as chuvas que caíram nesta sexta fizeram o rio subir um metro.

Foto: Reprodução/TV Bahia

Moradores da cidade de Medeiros Neto, no extremo-sul, usaram canoas para poder se deslocar após o nível do Rio Itanhém subir na sexta-feira (24). 

Segundo informações da prefeitura do município, o nível do rio continua tem inundado as ruas da parte baixa da cidade. Apenas as chuvas que caíram nesta sexta fizeram o rio subir um metro. Atualmente, o volume está quatro metros acima do nível normal.

Também na sexta, em Conceição do Jacuípe, a Rua Professora Maria Nogueira de Pinho, no bairro Baldez, ficou alagada. As pessoas que estiveram a pé encontraram dificuldade para atravessar alagamentos.

Já em Feira de Santana, cidade a 100 quilômetros de Salvador, várias ruas ficaram alagadas. O canal encheu no Conjunto Feira Cinco. A rua Aurilândia, no bairro Mangabeira, ficou completamente alagada.

Também houve alagamento no bairro Caseb. No Parque Getúlio Vargas, tinha tanta água que as pessoas tinham dificuldades para caminhar.

A cidade de Pedrão, que fica 142 quilômetros de na capital baiana, ficou sem energia elétrica por causa da chuva e ventos fortes.

Em Anagé, na região sudoeste, uma barragem na região da Lagoa do Mulatinho, que fica em uma propriedade privada, rompeu na noite de quinta-feira (23). Ninguém ficou ferido e não houve danos materiais.

Toda água da barragem foi derramada no rio Caveira, que passa no município de Caetanos.

Em Eunápolis, no extremo sul do estado, também choveu bastante nesta sexta, na rua São Bartolomeu, no bairro Santa Lúcia. Parte da pista cedeu e os moradores usaram enxadas para fazer a água escoar.

A prefeitura do município informou que ninguém se feriu. Entre quinta-feira e esta sexta choveu 60 milímetros em Eunápolis.

A BR-489, que liga Itamaraju a Prado, foi interditada novamente no inicio da tarde desta sexta-feira, próximo ao distrito de Guarani. Até o desvio que foi feito depois que a chuva destruiu parte do assalto, foi coberto pela água.

Com a passagem de veículos proibida, muitas pessoas que estavam em ônibus e carros tiveram que seguir viagem a pé.

Choveu forte também na tarde desta sexta, em Juazeiro, no norte da Bahia. As ruas do município ficaram completamente alagadas e a água quase invadiu as lojas. 

Fonte: G1

About www.conexao cidade

Saiba de tudo que acontece em Camaçari, na Bahia no Brasil e no Mundo.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga