» » ‘Gata do 157’ pula muro durante fuga da PM e fratura as pernas

A jovem Thalita Silva Teixeira, 19 anos, fraturou as duas pernas ao tentar pular um muro enquanto fugia dos policiais. Suspeita de praticar roubos portando um fuzil, Thalita foi presa na terça-feira após ser localizada em casa, em Belford Roxo (RJ). As informações são do jornal Extra. 

Foto:Reprodução

De acordo com as informações do jornal Extra, por conta das fraturas, a jovem precisou ser carregada pelos policiais. Imagens mostram a jovem com os pés imobilizados e sem tocar o chão na chegada à 54ª DP (Belford Roxo), responsável pela investigação que culminou na prisão.

De acordo com a Polícia Civil, ela é acusada de participar de uma série de crimes de roubo, na companhia do namorado e de outros dois suspeitos.

Segundo as investigações, o último crime teria ocorrido no fim da madrugada de segunda-feira (3). Vítimas teriam reconhecido Thalita como uma das assaltantes na 54ª DP (Belford Roxo) e relataram que ela estava na garupa de uma moto, portando um fuzil.

De acordo com a 54ª DP, Thalita aproveitava a aparência física para atrair possíveis vítimas de roubo. Tempo depois, a jovem também passou a ter participação mais ativa nos assaltos.

“Ela se valia das características físicas, da beleza e da boa aparência para se aproximar de eventuais vítimas e apontar possíveis alvos. Depois, o grupo utilizava o forte armamento bélico para efetuar os roubos”, detalhou o delegado Alexandre Netto, da 54ª DP.

Além das acusações de roubo, os outros três envolvidos, Luan Nascimento Duarte Silva, de 18 anos, Darlan Nascimento Duarte Silva, irmão de Luan, e Fabiano da Hora são acusados de estupros e estupro de vulnerável.

Segundo a Polícia Civil, em parte dos assaltos eles chegavam a cometer abuso sexual contra vítimas mulheres. Luan, Darlan e Fabiano também estariam envolvidos em homicídios e tentativas de homicídios, em inquéritos que correm na Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF).

Aos policiais, Thalita confirmou que é namorada de Luan e reconheceu que estava com vários celulares que são produto de roubo. Ela, no entanto, negou ter participado ativamente do assalto.Fonte:Informe Baiano

About www.conexao cidade

Saiba de tudo que acontece em Camaçari, na Bahia no Brasil e no Mundo.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga