» » Festival de Jazz do Capão lança campanha colaborativa para beneficiar a comunidade local e sete parceiros especiais

Após ser contemplado com apoio da Fundação Coelho & Oiticica para cobrir parte dos custos de realização, o festival lança campanha para beneficiar parceiros, comunidade local e ampliar a programação.

9ª edição do Festival de Jazz do Capão (FJC) será realizada ainda em 2021 na modalidade online e gratuita com apoio da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (Secult/BA) e da Fundação Coelho & Oiticica, liderada pelo escritor Paulo Coelho e a artista plástica Christina Oiticica. Após centenas de pedidos em mídias sociais e por e-mail, o festival lança uma campanha colaborativa para beneficiar parceiros, comunidade local e ampliar a programação, afinal mesmo na modalidade online o festival precisa manter todas as características que fazem da música um elemento de transformação social. Para doar e conferir as recompensas acesse https://benfeitoria.com/jazznocapao até o dia 04 de setembro de 2021.



Desde 2010 o festival é realizado no Vale do Capão - Palmeiras, Chapada Diamantina/BA, em Praça Pública, proporcionando música de excelente qualidade técnica, sensibilidade artística e workshops que permitem interação entre seu público e artistas, além de movimentar positivamente a economia local, sendo assim uma ferramenta de democratização e fomento à produção artística e cultural.

Campanha de Financiamento Coletivo

Em parceria com a Benfeitoria, a Associação Brasileira de Festivais Independentes e diversas organizações e coletivos do Vale do Capão, o FJC lança esta campanha com três metas, visando alcançar o valor total de R$ 180.000,00.

A campanha tem como objetivo apoiar e fortalecer grupos que, de forma independente, sustentam e alimentam a “cena” dos festivais de música no Brasil e, da mesma forma Coletivos Sociais que trabalham e realizam ações pelo bem comum, ligados à educação, saúde, preservação ambiental, arte e cultura no Vale do Capão.

meta 1 (R$ 80.000,00) vai apoiar seis Coletivos Sociais do Vale do Capão, entre eles o Circo do Capão, Comissão de Festeiros de São Sebastião, Brigada Voluntária de Combate a Incêndios Florestais, Coletivo de Músicos do Capão, EduCapão e Casa do Nascer.

O valor da meta, descontada as taxas administrativas e de execução das recompensas, será dividido igualmente entre as seis organizações parceiras, fortalecendo atividades culturais, artísticas, de educação e preservação ambiental.

Beneficiados:  

Comissão de Festeiros de São Sebastião - A mais antiga e tradicional organização social do Vale do Capão, responsável por realizar o principal evento da comunidade, os Festejos de São Sebastião padroeiro do Capão.

Coletivo de Músicos do Capão - Artistas e profissionais da música que trabalham e acreditam no desenvolvimento cultural e artístico da comunidade através da valorização dos profissionais, organização dos espaços e criação de propostas educativas, pedagógicas e terapêuticas.

EduCapão – Coletivo de pais, professores, alunos e amigos que se uniram para a reforma e construção do Prédio Rufino Rocha onde hoje está implantado o Ensino Médio do Capão, evitando que seus alunos se desloquem diariamente para a sede Palmeiras, há 20 km do Vale.

Casa do Nascer – Associação de iniciativa comunitária, sem fins lucrativos, que está no momento angariando fundos para construir o espaço onde serão acolhidas as mulheres da comunidade para fazerem seus partos humanizados e acompanhados.

Brigada Voluntária de Combate a Incêndios Florestais – Importante Associação que atua no Vale do Capão e na Chapada Diamantina, na prevenção e combate a incêndios florestais, busca, resgate, socorro e salvamento a pessoas perdidas ou acidentadas.

Circo do Capão – Ponto de Cultura que democratiza o acesso às artes circenses no Vale, há mais de 20 anos, realizando diversos projetos sociais e artísticos, sendo também o local de realização dos workshops do FJC nas suas edições anteriores.

meta 2 (R$ 40.000,00) será disponibilizada para a Associação Brasileira de Festivais Independentes de Música (ABRAFIN). O objetivo é contribuir para a manutenção financeira dos seus custos fixos. Em função da pandemia da Covid- 19 a contribuição dos seus associados foi reduzida, por conta da não realização dos festivais, afetados pela pandemia.

ABRAFIN – A Associação Brasileira de Festivais Independentes foi criada em 2005 com a finalidade de potencializar, agregar e promover a troca de informações sobre os festivais de música independente que acontecem em todas as regiões do Brasil.

meta 3 (R$ 60.000,00) será direcionada para uma apresentação musical especial dentro da programação da 9ª edição do Festival de Jazz do Capão 2021. Desde a sua primeira edição, o Festival é realizado em dois dias de apresentações e workshops musicais, com três apresentações por dia. Ao atingir esta meta, acrescentaremos um dia à nossa programação musical, e melhor, trazendo para o nosso Festival um (a) atração especial.

Festival de Jazz do Capão

Realizado pela Cambuí Produções, o Festival foi idealizado pelo músico e diretor artístico Rowney Scott e tem, em sua trajetória, oito edições realizadas. Em 2010 e 2011, o Festival contou com o patrocínio do então Ministério da Cultura. Após um ano sem patrocínio, o Festival retornou em 2013, 2014 e 2015, patrocinado pelo Programa Petrobrás Cultural. O ano de 2016 foi de recolhimento, pois o evento ficou sem patrocínio. De 2017 em diante o Festival de Jazz do Capão conta com o patrocínio da Secretaria de Cultura da Bahia, com complementação através da Lei Rouanet.

 

Em suas oito edições, o FJC levou para o seu palco artistas como Egberto Gismonti, Ivan Lins, Naná Vasconcelos, João Bosco, Hermeto Pascoal, Toninho Horta, Orkestra Rumpilezz, Dori Caymmi, Raul de Souza, Joyce Moreno, Debora Gurgel, César Camargo Mariano, Michaella Harrison (EUA), Gabriel Grossi, Kapelle 17 (Alemanha), além de artistas de Salvador e do Vale do Capão.

 

Além das apresentações musicais, o festival realiza workshops e uma campanha ambiental buscando conscientizar os visitantes através de informações específicas de como reduzir o impacto ambiental.

 

MAIS INFORMAÇÕES

 Fotos do festival

www.festivaldejazzdocapao.com.br

festivaldejazzdocapao@gmail.com

 Dayanne Pereira - 71 98737-3857 ou 71 99633-8394

Assessora de imprensa do Festival de Jazz do Capão

Tiago TAO – 71 99686-0385

Produtor Executivo do Festival de Jazz do Capão

 Rowney Scott – 71 98872-4028

Diretor artístico e Idealizador do Festival

About www.conexao cidade

Saiba de tudo que acontece em Camaçari, na Bahia no Brasil e no Mundo.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga