» » Camaçarienses que inspiram: Angela Cheirosa

 “Em todo lugar que chego, faço questão de levar o nome de Camaçari!”, expressou a bailarina Angela Cheirosa, 47 anos, que é professora, coreógrafa de dança do ventre, palestrante, produtora cultural, escritora, digital influencer e moradora do bairro Phoc II. Natural de Candeias (BA), veio para o município ainda criança, aos cinco anos, acompanhada da família, que resolveu morar na cidade a procura de oportunidade de emprego. “Não nasci aqui, mas me sinto uma camaçariense e tenho orgulho de ser referência da dança do ventre em Camaçari”, destacou.

Inegavelmente, a artista é sinônimo da modalidade no município e tem feito com que o seu amor pela arte transforme também a vida de outras pessoas. Formada em Administração e em Letras, com pós-graduação em Metodologia da Pesquisa Científica, tendo trabalhado em diversas funções – desde auxiliar administrativo à recepcionista – para Angela, a dança surgiu como cura.

“Quando fiquei viúva, aos 30 anos, tive depressão e síndrome do pânico. O luto me fez procurar coisas e atividades que preenchessem minha vida e resolvi fazer yoga. Foi lá que surgiu a oportunidade para fazer uma aula experimental de dança do ventre. Este foi o último dia que não dancei em minha vida”, contou.

Ao passo que viu sua vida reflorescer com a dança, Angela decidiu que precisava levar esta experiência para outras mulheres e resolveu criar o projeto Flor de Lótus, nascido em 2011. “Queria que a dança do ventre fosse acessível, por isso comecei a fazer aulas nas associações de bairro”, relatou. Em quase 10 anos, cerca de 700 pessoas foram beneficiadas de forma gratuita. “Além da arte, trabalhamos com o empoderamento feminino, autoestima, prestamos apoio psicossocial com doação de cesta básica e atendimento com psicólogo, dentre outras ações”, explicou.
Atualmente, Angela é especialista em Danças Orientais e mãe de um filho de 22 anos. Além do Flor de Lótus, ela dá aulas em escolas, instituições, academias, projetos públicos e privados. Entre as alunas, mulheres de todas as idades: de meninas de três anos a senhoras de 90; estudantes da rede municipal, mulheres vítimas de violência de gênero, adolescentes com dependência química, e crianças vítimas de violência familiar. Todas elas atingidas pela arte que Angela Cheirosa transborda e ecoa. E se ela tem orgulho de viver em Camaçari, é um orgulho também para a cidade ser a terra dela.

Por todas as suas contribuições à cidade, Angela Cheirosa, é uma de tantas preciosidades que Camaçari acolhe. E é a história de vida dela que encerra a série  Camaçarienses que inspiram. O projeto foi criado em comemoração aos 263 anos do município, e contou com a liberação de textos que trouxe um pouco da experiência de cidadãos que são verdadeiras riquezas humanas, cujo valor para a cidade reflete-se em seus feitos e histórias. Angela é a quinta e última personalidade retratada pelo projeto, em 2021. Com certeza, Camaçari dispõe de tantos outras figuras ilustres para serem retratadas e homenageadas. Então, temos um encontro marcado em setembro de 2022. Obrigada por se deliciarem conosco nesse projeto, e até lá!

Foto: Josué Silva

Agência de Notícias
Coordenadoria de Jornalismo e Imprensa
Diretoria de Comunicação - Prefeitura de Camaçari

About www.conexao cidade

Saiba de tudo que acontece em Camaçari, na Bahia no Brasil e no Mundo.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga