» » Centenário de Riachão foi comemorado com resgate no streaming, documentário e samba de roda

 Familiares e amigos organizaram o festejo que começou com um cortejo no Garcia e samba na Cantina da Lua.

Foto: Metropress

A Cantina da Lua iluminou o Terreiro de Jesus na tarde do último domingo (14) com a comemoração do centenário do sambista baiano Riachão. O restaurante do Pelourinho, comandado por Clarindo Silva, amigo do compositor, promoveu uma roda de samba e celebrou também o lançamento do documentário "Riachão, o retrato fiel da Bahia", dirigido por Carolina Canguçu.

Estiveram presentes convidados da velha-guarda como Walmir Lima, sambista e compositor do samba "Ilha de Maré", considerado por muitos o hino da Festa do Bonfim; Paulinho Do Reco, sambista e compositor de "Negrume da Noite" uma das musicas mais bonitas do bloco afro Ilê Aiyê; Gerônimo Santana, cantor e compositor; J. Velloso compositor, cantor, e produtor que, junto com Paquito, produziu o disco de Riachão "Humanenochum"; entre outras figuras que foram recepcionadas por Clarindo, uma das pessoas mais importantes da história do Pelourinho.

Riachão morreu em 2019, aos 98 anos, ainda cheio de vitalidade, andando pelas ruas de Salvador, principalmente próximo ao seu bairro, o Garcia, com seu lenço no pescoço, anéis e toalhinha, conversando e oferecendo "queimados" por aí.

Para homenageá-lo, ainda no domingo familiares e amigos organizaram um festejo que começou com uma missa e um cortejo no Garcia.

Ainda em comemoração ao centenário, o “Humanenochum” foi relançado nas plataformas digitais. Ao lado de Riachão, cantam Caetano Veloso (em Vá Morar com o Diabo), Tom Zé (Cada Macaco no Seu Galho), Dona Ivone Lara (Até Amanhã), Roque Ferreira (Quem É o Dono Dessa Mulher?), Carlinhos Brown (Pitada de Tabaco) e Armandinho (Choro Número 1).


Fonte:metro1

About www.conexao cidade

Saiba de tudo que acontece em Camaçari, na Bahia no Brasil e no Mundo.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga