» » Seduc promove formação para uso de lousa digital nesta quinta (4/11)

A Secretaria da Educação (Seduc) de Camaçari promoveu treinamento para uso de lousa digital como recurso pedagógico, na manhã desta quinta-feira (4/11). A formação reuniu cerca de 60 multiplicadores voluntários e monitores da rede municipal de educação, e aconteceu na Escola Municipal Denise Tavares. O objetivo da pasta é fomentar o uso de novas tecnologias no ambiente escolar. Segundo Elmiton Santos, assessor de tecnologia da Seduc, as lousas digitais estão na maioria das escolas do município, bem como os chromebooks, dispositivos de criação e colaboração, ambos disponíveis para uso de alunos e professores.  “Muitas escolas já estão utilizando esse recurso e o propósito é avançar com a educação em Camaçari. Como há diferentes modelos de lousas, faremos, no mínimo, outros dois treinamentos daqui para dezembro, a fim de qualificar nossos agentes educacionais no uso dessa ferramenta digital”, explicou, referindo-se ao uso da lousa.
O facilitador da qualificação, Gabriel Santos, reconhece que a tecnologia já é uma barreira, hoje, para o educador que não se atualiza. “Na maioria das escolas a gente ainda trabalha com o quadro branco, ou o quadro com uso de giz, e a lousa digital dá entrada da tecnologia aos professores e alunos. Com o recurso da lousa digital o professor consegue fazer o aluno interagir por meio da tecnologia”, reconheceu.

De acordo com Gabriel, o uso da tecnologia aumenta de 25% a 30% a atenção dos alunos nos temas trabalhados em sala de aula, quando comparado ao quadro branco, por exemplo. Ainda segundo ele, o professor passa a ter mais condição de se dedicar a promover a interação do estudante com o assunto proposto em aula, uma vez que  explicações e anotações que seriam feitas durante a aula já teriam sido trabalhadas previamente.

Com a formação desses monitores e multiplicadores voluntários, a Seduc pretende fazer do uso desses recursos algo mais funcional e tranquilo para toda a comunidade escolar. Em cada escola existe no mínimo um espaço multimeio, composto pela lousa e outros equipamentos tecnológicos utilizados nessas salas multifuncionais para fins pedagógicos.

Edimilson de Jesus Santos, professor de matemática e pesquisador na área de novas tecnologias, já teve oportunidade de trabalhar com a lousa eletrônica e vê a formação como uma oportunidade para se atualizar, bem como de adquirir novos conhecimentos. “Como tem um tempo que eu trabalhei com lousa digital, eu acredito que ela venha com novas ferramentas e recursos, e espero atualizar esse conhecimento já adquirido pra gente poder se apropriar dele e fazer uso dessas ferramentas em sala de aula”, explicou.

O curioso monitor de informática do Centro Educacional Hildebrando Lima Filho, Reginaldo Araújo de Souza, disse que a lousa digital da escola foi instalada entre julho e agosto desse ano, e que bastou o equipamento estar disponível para ele e professores da escola começarem a experimentar. “O que aprendi foi mexendo, lendo, e se o recurso está na escola é para ser usado. Vejo a formação como uma forma de agregar. Uma coisa é você aprender por si, outra é você passar por uma qualificação e conseguir explorar mais o que está disponível. Aqui já está se falando de funcionalidades que ela possui e que eu não conhecia e nem imaginava que tinha”, observou.
Foto: Tiago Pacheco

Agência de Notícias

Coordenadoria de Jornalismo e Imprensa
Diretoria de Comunicação - Prefeitura de Camaçari

About www.conexao cidade

Saiba de tudo que acontece em Camaçari, na Bahia no Brasil e no Mundo.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga