» » » STF reforça segurança de Fachin e reduz agentes em SP e no Rio

 Segundo a revista Época, atualmente, oito seguranças trabalham em São Paulo e há quatro no Rio. Os valores dos contratos também foram reduzidos proporcionalmente ao corte de agentes, ocorridos em 2016 e 2017.
Foto : Tânia Rêgo / Agência Brasil
O Supremo Tribunal Federal cortou à metade, nos últimos dois anos, a quantidade de seguranças pessoais à disposição dos ministros em São Paulo e no Rio de Janeiro, estados nos quais pelo menos quatro integrantes da Corte têm residência.
Segundo a revista Época, atualmente, oito seguranças trabalham em São Paulo e há quatro no Rio. Os valores dos contratos também foram reduzidos proporcionalmente ao corte de agentes, ocorridos em 2016 e 2017.
No Paraná, onde reside o relator da Lava Jato, Edson Fachin, o STF reforçou o número de agentes duas vezes: em julho do ano passado, o efetivo passou de quatro para cinco homens; e no início do mês passado, depois de o ministro relatar publicamente ameaças sofridas pela família.

About Conexão Cidade

Saiba de tudo que acontece em Camaçari, na Bahia no Brasil e no Mundo.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply