» » » Garis envolvidos na morte de empresário na Pituba são presos

 
Foto:Reprodução
A delegada Maria Selma informou que o motivo das agressões foi porque os garis teriam sido ofendidos pelo empresário, pois o grupo teria passado com o veículo próximo da vítima, que estava a pé.
Reprodução/TV Bahia
Os quatro garis suspeitos de espancar o empresário Luciano Vieira, na madrugada do último sábado (9), no bairro da Pituba, em Salvador, estão presos na 16ª Delegacia.
Os garis faziam a coleta de lixo na região quando agrediram o empresário, depois de uma discussão. Os trabalhadores seguiram com o serviço normalmente após deixar a vítima caída no chão. Imagens das câmeras de segurança instaladas na rua Engenheiro Adhemar de Fontes, mostram o momento da briga.
Os garis Jeferson Amorim Góes, 50 anos, Fábio do Amor Divino Borges, 35, e os irmãos Ediney Silva Santos, 26, e Dioney Silva Santos, 28, suspeitos de espancar e matar o empresário Luciano Vieira, na madrugada de sábado (9), na Pituba, tiveram a prisão temporária decretada pela Justiça, na noite desta segunda-feira (11). 

Os quatro foram ouvidos pela delegada Maria Selma Lima, da 16ª Delegacia da Pituba. Os acusados recolhiam o lixo na Rua Engenheiro Adhemar Fontes quando o carro de coleta quase atinge o empresário, que bateu com a mão na porta do veículo. Segundo o motorista, Luciano teria também xingado os trabalhadores, que reagiram e agrediram a vítima. Após a briga, que durou cinco minutos, empresário foi socorrido para o Hospital Geral do Estado (HGE), onde teve a morte cerebral confirmada na madrugada de domingo (10).
A delegada Maria Selma, titular da 16ª Delegacia, informou, segundo o G1, que o motivo das agressões foi porque os garis teriam sido ofendidos pelo empresário, pois o grupo teria passado com o veículo muito perto da vítima, que estava a pé.

About Conexão Cidade

Saiba de tudo que acontece em Camaçari, na Bahia no Brasil e no Mundo.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply