» » » PT tenta frear perda de aliados após imbróglio sobre soltura de Lula

Dirigentes petistas se reuniram com outros partidos, em uma tentativa de neutralizar a movimentação de aliados históricos na direção de outros candidatos.
Foto : Ricardo Stuckert
O PT nadou na onda da repercussão do imbróglio jurídico protagonizado por Lula no último domingo (8) para mobilizar a militância da legenda e intensificar alianças com outras siglas.
Segundo o Estadão, dirigentes petistas se reuniram com outros partidos, em uma tentativa de neutralizar a movimentação de aliados históricos na direção de outros candidatos no pleito deste ano.
A presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PR), o vice-presidente Marcio Macedo e o deputado Paulo Teixeira (SP), por exemplo, estiveram com o presidente do PSB, Carlos Siqueira, em Brasília, em uma reunião na qual ouviram do socialista que o partido de fato considera apoiar Ciro Gomes (PDT).
Na ocasião, o PT reiterou o desejo de selar um acordo nacional com o PSB e reforçou a disposição de apoiar candidatos pessebistas em estados como Pernambuco, que é um dos maiores defensores de uma aliança com o PT.

About Conexão Cidade

Saiba de tudo que acontece em Camaçari, na Bahia no Brasil e no Mundo.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply